São Paulo Antiga abre suas portas ao público

Demorou mas aconteceu. Após um longo período de um ano e meio de obras, o Instituto São Paulo Antiga finalmente está com suas obras encerradas e pronto para abrir ao público.

Na foto nossa sede em março de 2019 (à esquerda) e agosto de 2021 (clique na foto para ampliar)

As obras se iniciaram no final do segundo semestre de 2019 e estavam previstas para serem concluídas ainda no primeiro semestre de 2020, entretanto uma série de fatores serviram de obstáculos para que esse cronograma fosse devidamente cumprido à risca.

O primeiro deles, evidentemente, foi a pandemia que nos obrigou em diversos períodos a suspender as obras seja por conta da restrição de circulação, seja eventualmente por algum prestador afastado por complicações da COVID-19.

A segunda e mais danosa foi a decepção na escolha do empreiteiro responsável pela obra, que jamais foi capaz de honrar qualquer cronograma – mesmo os já esticados por conta da pandemia – como também falhou em vários aspectos do andamento, nos obrigando já na etapa final dos trabalho a substitui-lo. Ocorreram falhas no telhado novo, nos encanamentos, no piso, no banheiro acessível e no acabamento final.

Isso à parte chegamos ao finalmente ao mês de abril de 2021 com tudo pronto para receber o público em nossas instalações. Porém com as restrições da COVID-19 e também o fato de que neste momento os mantenedores do instituto ainda não haviam chegado na faixa etária de vacinação, optamos por não abrir até que todos aqui estivessem vacinados.

Em junho nos vacinamos da primeira dose e com a segunda dose já agendada decidimos iniciar as atividades na primeira semana de agosto. E aqui estamos! Assim sendo, vamos aqui mostrar para vocês algumas de nossas instalações.

A BIBLIOTECA:

clique na foto para ampliar

Nosso maior orgulho, a Biblioteca Milton Bednarski está apta a receber consulentes para pesquisa em um acervo que reúne mais de 1000 títulos dedicados à história de São Paulo, do Brasil e muitos outros como história geral, II Guerra Mundial, Guerra do Paraguai (este com títulos brasileiros, paraguaios e argentinos), automobilismo e fotografia.

Além dos citados acima dispomos de uma extensa coleção de livros de gastronomia, com títulos raros editados à partir do início do século XVIII. Outra cereja do bolo é o amplo acervo criminal que pertenceu ao advogado e pesquisador Milton Bednarski – falecido em 2016 e que nós homenageamos batizando a biblioteca em seu nome, em agradecimento aos seus grandes serviços prestados em prol da memória histórica e policial paulista.

Além de livros nosso acervo dispõe de ampla coleção de fotografias, slides e negativos, bem como diversos jornais antigos encadernados e disponíveis para consulta.

O ANDAR TÉRREO

No piso térreo além da área destinada para exposições, temos uma ampla cozinha laboratório onde serão ministrados os workshops, cursos e palestras de gastronomia – com ênfase na tradicional cozinha paulista e também a caipira – e que também servirá de estúdio de gravação para nosso canal do YouTube, que em breve passará a exibir vídeos de culinária.

No nosso andar térreo também está localizada a reserva técnica e o banheiro com acessibilidade.

O MURAL DE GRAFITE:

Nosso mural e em destaque no canto superior direito o prato decorativo que serviu de inspiração (clique para ampliar)

Também no térreo foi feito recentemente um lindo mural de grafite, produzido pelo muralista Cleberart que reproduz a arte de um prato decorativo do IV Centenário de São Paulo (1954). A ideia era dar um pouco de vida a ampla parede branca do lado direito do imóvel e que também pudesse servir de área para visitantes fazerem fotos e selfies quando estiverem por aqui.

No vídeo abaixo fizemos um time lapse mostrando a confecção do mural pelo artista. Vale a pena conferir!

DETALHES DA FACHADA E ÁREA EXTERNA EM GERAL:

O mesmo capricho e dedicação que nos esforçamos no interior do imóvel foi aplicado na área externa. Afinal a fachada sempre serve como um importante cartão de visitas e desde o princípio imaginamos que visto de fora o imóvel que abriga o ISPA deve passar a imagem de uma típica residência da região do Brás e Belém.

E claro sem deixar de lado o orgulho por São Paulo que sempre foi uma característica de nosso trabalho nesta estrada que já tem 12 anos de vida. Isso se expressa em nossa calçada onde decidimos utilizar o tradicional piso paulista, criação da arquiteta Mirthes Bernardes, que faleceu em 2020. Como forma de homenagem a ela será instalado no canto da calçada um QR Code que permitirá aos transeuntes conhecer a história da autora desse piso.

O piso paulista e uma pequena árvore na calçada (um manacá ainda “bebê”) não poderia faltar (clique para ampliar)

Outro detalhe que fizemos na fachada foram duas placas esmaltadas feitas no antigo padrão tradicional de identificação de ruas e numeração de São Paulo, na conhecida cor azul que ainda acompanha o mobiliário urbano até os dias de hoje.

A ideia foi uma placa com a numeração do sobrado (691) e a segunda batizando o imóvel de “Edifício Antônio & Elvira”, nome dos avós maternos de Douglas Nascimento, presidente do ISPA, e que foram os primeiros proprietários do imóvel. As placas foram cortesia do pessoal da empresa “Um canto lá de casa” especializados na confecção dessas placas retrô com o que você quiser escrever nelas.

Outro dois detalhes da fachada são a grade que ladeia a porta de entrada e também a caixa de correio, que vieram de outros imóveis – estes mais que centenários – já demolidos.

As grades são uma fração de uma grade de sacada, feita em ferro fundido, de uma casa paulistana construída nos primeiros anos do século XX e que foi demolida. A peça foi resgatada e preservada pela fundadora da Vila dos Portões e doada para nós pela sua filha e atual mantenedora do local, Cristina Mattoso.

Já a caixa do correio foi adquirida por nós na tradicional feira de antiguidades do Bexiga e pertenceu a uma casa igualmente antiga de Jundiaí já demolida. Abaixo você confere as duas peças:

ILUMINAÇÃO INTERNA E EXTERNA:

Toda a iluminação do ISPA, tanto externa quanto interna, foi pensada de modo a proporcionar um ambiente agradável aos frequentadores e também uma valorização do espaço exterior à noite. O projeto do andar superior foi doação do pessoal da Zacarias Iluminação, os mesmos que em 2017 doaram a nova iluminação do Pátio do Colégio.

No interior foi instalada iluminação dedicada para o estúdio fotográfico, para a cozinha e também para a área de exposição e, na área externa, o imóvel fica iluminado à noite através de um sistema automático, como pode ser visto na imagem abaixo.

O QUE FALTA A FAZER ?

Agora a última etapa que nos resta a é a instalação do sistema de ar-condicionado. O ar se faz necessário pelo fato de que o sobrado é uma construção antiga e geminada aos imóveis vizinhos, o que nos impossibilita de fazer janelas tanto do lado esquerdo quanto do direito, por conta da legislação.

Isso acaba deixando nosso imóvel com apenas as entradas frontais (porta balcão, porta principal e vitrôs) para a ventilação, ficando um tanto quanto abafado em dias muito quentes e frio demais no inverno. Isso também pode dificultar o bom armazenamento de negativos, documentos e slides além da própria biblioteca.

Para tanto faremos um financiamento coletivo para arrecadar capital que nos ajude a instalar o sistema de ar-condicionado por aqui. Em breve estaremos divulgando como será feito.

Gostou da nossa sede ? Em breve você poderá visitar e frequentar esse espaço, seja nos cursos que iremos oferecer, para consultar a biblioteca, participar dos eventos gastronômicos ou mesmo conferir as exposições. É só aguardar a situação da pandemia melhorar.

Empresas que colaboraram com nosso projeto:

Zacarias Iluminação
Rua Raulino Galdino da Silva, 346
Instagram: @zacariasiluminacao
Telefone: (11) 3975-1101

Vila dos Portões
Estrada São Roque a Araçariguama, 1971 – Araçariguama (SP)
Site: www.viladosportoes.com.br
Instagram: @viladosportoes
Telefone e WhatsApp: (11) 94225-7143

Um Canto lá de casa
Site: www.umcantoladecasa.com.br
Instagram: @umcantoladecasa
Telefone e WhatsApp: (11) 93405-3544

Serviço:
ISPA – Instituto São Paulo Antiga
Rua Cachoeira, 691 – Catumbi
CEP 03024-000
Telefone e WhatsApp: (11) 94370-7007
E-mail: contato@saopauloantiga.com.br
Horário de funcionamento*: quarta à sexta das 10:00 às 18:30 e sábados das 10:00 às 14:00
(*) é necessário agendar

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

39 respostas

  1. Parabéns!! São Paulo merece e vocês merecem pelo belo trabalho realizado.

  2. Parabéns, quando for possível irei visitar. Seria interessante colocar um catálogo da biblioteca online.

  3. Ficou lindo demais, Douglas! Que capricho em cada detalhe! A escolha das cores, as texturas, o grafite com a estampa do 4º Centenário, a lembrança carinhosa dos seus avós… Parabéns! Que esse espaço seja palco de muitas e muitas alegrias!

  4. Parabéns é muito pouco, para tanta determinaçao, bom gosto e senso de pertencimento , em uma cidade que quase ninguem liga para nossa história e criaçao.
    Sugestao: ter a opçao de fazer contribuiçoes ou doaçoes por depósito bancário da maneira antiga ( via caixa eletrônico ) , disponibilizando o número de conta da Sao Paulo Antiga.
    Sucesso e que Deus Abençoe !

  5. Mas que charme! Parabens, adorei os detalhes todos. O piso da calçada no padrão paulista, o grafite e ainda aquele “adereço” na fachada, que creio ser o simbolo do Quarto Centenário. Aguardarei com ansiedade o primeiro curso de culinária paulista!

  6. Meus caros…ficou muito bonito!
    O fato de ser uma casa “original”, ou seja, antiga, é um diferencial considerável! Vou aguardar ansioso pela abertura das portas.

  7. Parabéns, principalmente pelo detalhe da calçada. Acompanho vocês desde o início. Agora o que falta mesmo é um apoio maior da prefeitura para divulgação e aumento do acerto do espaço! Vocês já são um pedaço da grande história de São Paulo!

  8. Parabéns! O espaço ficou lindo! Adorei a porta de entrada, as grades e acaixa de correio. Sucesso!!!

  9. Parabéns Douglas . O pontapé inicial já está dado. O principal agora será mantê-lo.

  10. Muito bonito ficou o imóvel ! Pretendo fazer uma visita em breve e conhece-lo pessoalmente sendo um seguidor assíduo do São Paulo Antiga.
    O mural ficou magnifico! Inclusive possuo um prato original comemorativo de 1954 do mural.

  11. Douglas, nasci na R.João Boemer 1.117, quase esquina com Cel.Emigdio Piedade e conheço o bairro todo.Uma hora que for a Sampa farei uma visita pois amo o Pari e região. Qd. criança, na Rio Bonito quase na mesma direção, havia uma carvoaria e do lado um ferreiro.Nasci em 50 e fui vendo o bairro se descaracterizar.Tínhamos a Fiel na Cachoeira, a Metalma na Rio Bonito, uma barbearia que sobreviveu um bom tempo na Rio bonito entre a Sta. Rita e a Souza Caldas,acho.É muito bom saber do trabalho que vc. e seus colaboradores fazem!A memória da cidade depende muito mais dos particulares que do poder público, o que é uma pena!Parabéns por tudo o que tem feito pela cidade!

  12. Só nos resta cumprimentar a todos que participaram, com destaque para Douglas Nascimento! Que tenham o reconhecimetno que merecem.

  13. Ficou muito bonita a fachada. Espero que, com o tempo, os arredores melhorem o visual também. Do outro lado da rua do Instituto tem uma calçada com muito lixo jogado.

  14. Douglas, meus parabéns pelo empreendimento que é muito importante para a história e cultura da cidade, está muito bonito e de bom gosto!

  15. Fui sócio de uma lanchonete na rua Fernão de Magalhães, 183 bem próximo da rua Cachoeira, quisera fosse nos tempos atuais para ‘entregar pessoalmente meus comentários diretamente no Instituto SP Antiga’… modéstia à parte – PARABÉNS Douglas.

  16. Parabéns por mais esta vitória.
    Ambientes muito agradáveis e que bela biblioteca!
    Uma sugestão: abrir um espaço maior para sua árvore. Ela merece!

  17. Olá Douglas…Meu sobrinho e seu sócio trabalham com alimentação saudável. Ambos são formados pela POLI/USP, mas deixaram a profissão de engenheiros (elétrico e naval) e se encontraram numa outra carreira! Já estou passando áudio e esse e mail para ele (Guilherme), para que em breve possam agendar alguma palestra ou curso no espaço do ISPA. Obg e felicidade para todos…

  18. Muito interessante toda essa recuperação. Acompanho o São Paulo Antiga e realmente impressionam os artigos recebidos via e-mail. PARABÉNS. Espero poder visitar o espaço assim que aberto à visitação, com todos devidamente vacinados.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: