São Paulo Antiga adquire acervo do Dr. Milton Bednarski

Um dos mais importantes acervos criminais do Brasil e de São Paulo agora está com o São Paulo Antiga.

O acervo que pertenceu ao Dr. Milton Bednarski, famoso policial e advogado paulistano e profundo estudioso e pesquisador dos crimes que abalaram São Paulo, é riquíssimo e conhecido pelos minuciosos detalhes de investigações que marcaram a história de nossa cidade.

Milton Bednarski

Morto em agosto de 2016, Bednarski foi além de amigo um grande colaborador do São Paulo Antiga. Graças a ele foi possível publicar aqui histórias como a tragédia do Cine Oberdan e o Crime do Poço, entre tantos outros.

O acervo recém adquirido está passando por um minucioso serviço de catalogação e higienização e deverá ser disponibilizado para pesquisa até janeiro de 2018. A ideia é digitalizar todo o acervo para que possa ser consultado online.

O São Paulo Antiga irá iniciar em breve uma campanha de crowdfunding para tornar possível a digitalização de todo o material.

Entre os materiais adquiridos estão acervos como o Crime da Mala, Crime do Ibirapuera, Crime de Alphaville, todo o histórico de Gino Meneghetti, os arquivos de Josef Mengele e o acervo de crimes sexuais que outrora pertenceram a Guido Fonseca.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

22 respostas

  1. Excelente! Trata-se de um acervo de valor histórico inestimável sobre crimes (alguns misteriosos) e ocorrências policiais que “sacudiram” São Paulo no passado.
    Quando estiver disponível vou pesquisar sobre 2 crimes que aconteceram quando eu era garoto, perto de onde eu morava.
    Parabéns!

  2. Era ele quem mantinha um museu na Associação dos Investigadores de Polícia?
    A cerca de 3 meses atrás estive lá, em busca de informações sobre o incêndio no Clube Elite, em 1953, mas me informaram que o espaço havia sido desativado.
    Cumprimento São Paulo Antiga pela aquisição, que possibilitará a preservação e divulgação desse interessante acervo.

    1. Olá Nilton, como vai ?
      É ele mesmo… mas fiquei sabendo agora por você da desativação do museu. É uma pena e desnecessário, já que o museu pronto como estava poderia continuar funcionando normalmente.
      Vou contatar o presidente da AIPSP se for o caso posso ajudar a manter o museu ativo. Abraços

  3. Agradeço seu retorno e interesse. A informação que me foi passada é que o acervo foi enviado à Academia de Polícia Civil.

  4. É uma grande iniciativa em prol da história de S. Paulo que também é do Brasil!

  5. Será que nesse acervo existe alguma coisa sobre o crime da menina Julieta Chaves , ocorrido em Sorocaba em 1899? Consta que o responsável, absolvido depois num segundo julgamento quatro anos após o crime, mudou-se para São Paulo, viveu normalmente desde então como condutor de bondes. Obrigada

  6. Parabéns à “São Paulo Antiga” e a Douglas Nascimento pela aquisição dos arquivos criminais do Dr. Milton Bednarski, a quem conheci, grande estudioso do assunto. Desde já, estamos sequiosos para pesquisar e consultar o acervo.

  7. Gostaria de saber o telefone da filha do Dr. Milton Bednarski. Quem puder me informar, peço entrar em contato.

  8. Douglas, bom dia

    Tomei conhecimento da história deste grande homem e fiquei muito interessado em visitar e consultar o acervo por ele colecionado.

    Como faço para ter acesso presencial e virtual a este acervo ?

    Obrigado

  9. Olá onde encontro esse acervo digitalizado? Gostaria de ter acesso ao acervo de crimes sexuais que pertenceram a Guido Fonseca.

    1. O acervo ainda não foi digitalizado, mas a partir de dezembro todo o acervo criminal poderá ser consultado pessoalmente mediante agendamento, será cobrada uma taxa de consulta.

  10. Fala Douglas..
    Esse material já foi disponibilizado?
    Abraço e parabéns pelo trabalho.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: