Palacete – Red House Ipiranga

Quando o assunto é admirar casarões e palacetes meu bairro predileto é o do Ipiranga. Apesar do número de residências deste tipo hoje serem uma fração do que já existiu no passado, ainda é bastante prazeroso passar uma tarde pela região visitando e conhecendo alguns destes imóveis.

Aqui no São Paulo Antiga já abordamos alguns deles, como o casarão que pertenceu a Raphael Jafet – já demolido – o magnífico Palacete Rosa e também a residência de Michel Assad. Aliás este último é vizinho do que iremos mostrar aqui neste artigo.

clique na foto para ampliar

Construído em 1920 este suntuoso palacete foi uma das residências que a família Jafet possuiu no bairro do Ipiranga. Tombada como patrimônio histórico desde meados dos anos 2000 vinha funcionando como uma escola de artes.

Posteriormente com a saída da escola alguns anos atrás o palacete ficou fechado e começou a apresentar alguns sinais de deterioração, em face aos longos anos desde que alguma reforma ou restauração fora realizada pela última vez. Uma renovação se fazia mais do que necessária.

O palacete que já era lindo ficou maravilhoso após sua restauração (clique para ampliar)

Foi ai que em 2020 – exatamente um século depois de sua inauguração – que o palacete da Rua Costa Aguiar sofreria sua mais profunda restauração e passaria a abrigar uma escola, a Red House International School.

Focada na Educação Infantil e no Ensino Fundamental por meio de uma metodologia internacional bilíngue e de qualidade reconhecida, a origem da Red House International School remete há mais de 50 anos, quando seus fundadores foram pioneiros no ensino do idioma inglês para crianças. Hoje a Red House tem como missão oferecer uma educação internacional desde a primeira infância, ensinando as crianças a agir e a transformar o mundo de maneira positiva, criativa, ética e humana.

Educação e patrimônio histórico caminham juntos e a Red School contratou o Studio dLux para realizar este incrível projeto.

clique na foto para ampliar

Com a missão de transformar o centenário edifício histórico em uma escola alinhada com o a filosofia pedagógica e de aprendizagem da Red House, o maior desafio do projeto foi salvar todos os elementos bonitos e históricos do edifício e transformar um projeto de habitação num programa escolar.

A sorte de encontrar uma residência com muitas salas grandes, que foram transformadas em salas de aula foi um grande facilitador. O projeto beneficia os bens históricos do edifício, tais como portas, janelas, piso e ornamentos que foram totalmente restaurados, misturando-se harmoniosamente com o mobiliário moderno e soluções de forro.

Na foto uma das salas de aula (clique para ampliar)

Devido à disposição do edifício de 3 andares, separou-se o programa, atribuindo as salas de aula dos primeiros anos e a administração no andar inferior. No andar principal, a recepção está localizada na entrada do palacete, ligada pela escadaria de entrada em mármore. A biblioteca infantil e outras salas de aula foram colocadas à volta da recepção.

O andar superior é dedicado às salas de aula das crianças mais velhas e é também onde foi construído o espaço do fabricante. O edifício histórico foi rodeado por uma vegetação selvagem, e isso foi aproveitado mantendo uma grande quantidade de vegetação para criar um espaço aberto para as crianças cheio de natureza e ar fresco, e incluindo também um enorme parque infantil, uma quadra desportiva e uma horta. No quintal, um edifício secundário complementa a escola com outras salas de aula e uma cafeteria.

Em primeiro plano a horta, ao fundo o palacete (clique para ampliar)

O projeto é realmente incrível e além de trazer uma grata recuperação do imóvel e uma destinação bastante apropriada ao bem histórico, acaba por valorizar todo o seu entorno e estimula demais proprietários de imóveis da região a fazerem o mesmo em suas propriedades.

O Studio dLux declarou: ” Estamos realmente orgulhosos do resultado do projeto, uma vez que fizemos uma pesquisa profunda sobre o edifício e o bairro para compreender melhor a sua história e relevância, para que pudéssemos conceber a renovação e mudar a utilização do marco histórico, respeitando o seu passado.”

clique na foto para ampliar

Nós paulistanos agradecemos a esta excelente iniciativa da Red House International School por esse bem sucedido projeto de recuperar um patrimônio histórico paulistano e destiná-lo para suas atividades escolares. Também deixamos aqui nosso parabéns ao primoroso trabalho de restauro realizado pelo Studio dLux, que soube respeitar as características originais deste autêntico patrimônio histórico da Cidade de São Paulo.

Veja mais fotos da Red House School Ipiranga (clique para ampliar):
Crédito das fotografias: Hugo Chinaglia

Assista ao vídeo de apresentação do palacete:

Serviço:
Red House School Ipiranga
Rua Costa Aguiar, 1013 – Ipiranga
(11) 98170-3777 WhatsApp

Studio dLux
Rua Juquis, 273 sala 23 (escritório showroom)
(11) 5096-6973

ATUALIZAÇÃO 24/03/2020

Recebemos as imagens do casarão quando ele ainda era utilizado como uma residência. Veja nas fotografias abaixo a fachada e também fotografias internas realizadas em meados dos anos 1970.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

26 respostas

  1. Maravilhoso, só não entendi os banheiros sem porta, é para criança?

  2. Isso sim é uma devida restauração. Parabéns aos idealizadores e realizadores!

  3. Parabéns pela divulgação deste patrimônio do nosso bairro do Ipiranga São Paulo Brasil

  4. Parabéns a esta escola pelo enorme trabalho de preservação e valorização. Moro no Ipiranga, adoro estes palacetes, tristeza quando penso que muitos foram demolidos quer no Ipiranga quer na Paulista, infelizmente parece que a preservação do patrimônio histórico não é preocupação dos paulistanos ,que vão na Europa e se admiram com património edificado. Infelizmente os orgãos de preservação, IPHAN CONDEPHAAT e CONCRESP são lentos e sobretudo pouco atuantes, e sem memória, sem história nunca teremos cultura apenas modas.

  5. Que coisa linda!! Morei boa parte da minha vida perto do bairro do Ipiranga e vez ou outra passeava pelo bairro. Essa restauração faz juz à beleza da casa. Tomara que esse respeito à nossa história se prolifere cada vez mais. Excelente artigo, parabéns!!

  6. Parabéns à Red House International School!
    Parabéns ao Studio dLux!
    Parabéns ao São Paulo Antiga!
    Tenho visto tanta degradação e abandono de construções antigas ainda existentes, que aquece o coração ao saber que existem iniciativas como essa da Red House! E todos ganham! Inclusive a cidade e o tão querido e icônico bairro Ipiranga, que está presente na memória afetiva de muitos paulistanos!

  7. Uau, que coisa linda! Meu sonho de consumo quando a passeio com minha família no Museu do Ipiranga olhava para essa casa fingindo ser princesa.
    Mas, foi apenas sonho de criança.
    Uma das poucas raridades nesta cidade que tao graciosamente foi abraçada por empresários que entenderam o valor de um patrimônio. Dr Jafet deve estar feliz de onde está.
    Parabénss!!!

  8. Que maravilha! Meus pais foram muito amigos – meu pai escocês chegou em 1949 para ser of CFO da Linhas Corrente lá na Rua do Manifesto 705. Seguimos uma linda amizade com descendentes. Obrigada Red House por esse exemplo que precisa ser difundido e valorizado.

  9. Excelente trabalho unindo a restauração do importante imóvel erguido no passado à sua utilização hoje muito proveitosa!

  10. Boa tarde!
    Gostaria de saber como foi realizado o trabalho de restauração e qual foi a equipe que realizou.

  11. Tive a oportunidade de trabalhar por vários anos neste palacete.
    Lembro-me dos vitrais, do grande lustre, do elevador e da banheira verde com água aquecida.
    A cozinha grande toda em mármore branco. Passei muitos finais de semana, feriados e noites de plantão nesta linda construção. Parabéns pela reforma. Ela mececia.

  12. Fico cada dia mais feliz com um resultado destes, o nosso país tem memórias, riquezas de tirar o fôlego, os tempos atrás trouxeram valores que amo preservar, e esta restauração me arremeteu aqueles tempos, que apesar de terem muito preconceito e injustiça, não difere muito de hoje, mas… era mais honesto, mais bonito, tinha mais respeito entre as pessoas, mais valor ao professor, a educação, a profissão e o amor era mais puro e valorizado.
    Parabéns aos idealizadores, aos benfeitores, aos trabalhadores que se empenharam a todos os detalhes São Paulo tem realmente profissionais que amam o Seu trabalho.

  13. Mostra de um trabalho muito detalhista, tanto a restauracao do prédio, quanto as instalações da escola, muito primoroso e uma feliz apresentação, parabéns Douglas!

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: