A casa ˝escondida˝ da rua Capitão Macedo

São Paulo é realmente uma cidade surpreendente, costumo dizer que todo bairro paulistano sempre tem pelo menos alguma coisa bacana escondida para descobrirmos. Mas jamais me passou pela cabeça que encontraria algo tão peculiar como esta casa da fotografia abaixo, localizada na rua Capitão Macedo:

Observando a fotografia, trata-se apenas de mais um sobrado antigo como muitos outros existentes em nossa cidade o que pra mim já seria um motivo suficiente para fotografar e catalogar aqui no São Paulo Antiga.

Mas esse imóvel tem algo muito curioso, que faz dele – ao menos até o momento – único: ele é impossível de ser visto pela rua. Sim, isso mesmo que você leu! Eu só consegui avistar esse imóvel porque estava de bobeira na sacada do apartamento de um amigo meu, em um edifício do outro lado da rua.

A imagem abaixo mostra como eu vi o sobrado pela primeira vez, observe como ele está posicionado no lote:

Demorei um pouco para entender como a casa está estabelecida ali. De início pensei que ela era da outra rua (dos fundos) ou que fosse pertencente ou ao terreno à sua esquerda ou à direita. Contudo observando melhor foi possível notar que ela é o fundo do lote retangular comprido e estreito que dá para a Rua Capitão Macedo.

A casa possivelmente foi construída primeiro e depois foi feito um sobrado bem na extremidade do lote, junto a calçada.Apesar de não parecer muito bem olhando de cima, a entrada do sobrado ˝escondido˝ se dá por um diminuto portão. Você o encontra na foto anterior observando à esquerda do toldo verde do lote vizinho.

Ultrapassando o portão você percorre um longo e estreito corredor até chegar ao sobrado, bem nos fundos da propriedade. Na imagem abaixo deixei apenas o imóvel colorido para que possa observar melhor:

clique na foto para ampliar

Achei muito racional a ocupação do lote estreito. A impressão que se dá é que temos ao fundo a residência principal e a frente um imóvel para locação ou mesmo para outros familiares (na concepção original). A residência ˝escondida˝ deve ser bastante tranquila, já que uma vez que está tão distante das ruas próximas, praticamente no centro da quadra, deve ser bastante silenciosa.

Coisas de nossa cidade, sempre surpreendente.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

27 respostas

      1. O bairro se chama Vila clementino. A casa realmente é um achado, charmosa e bem conservada. Os moradores (minha irmã e meu cunhado) curtem bastante, a nova moradora “Bebel” (golden retriver) também.

  1. Que legal… assim como essa, deve haver várias em SP. Realmente, imagina quando foi construída, bem antes dessas que estão defronte a rua, que já são antigas.

  2. Antigamente não era incomum esse tipo de imóvel encravado, principalmente nos bairros mais antigos. Na minha profissão já deparei com vários. Hoje, devido a legislação do parcelamento do solo, é muito difícil parcelar um imóvel assim, embora aqui ao lado da minha casa haja um. Essas sobras de terreno são devidamente descritas, caracterizadas e registradas com uma servidão de passagem, que acho que é o caso do imóvel em questão. O problema é a guarda e estacionamento de veículos. Antes, quando poucos tinham veículos, não fazia diferença. Hoje, porém, é inviável adquirir uma propriedade dessas, a não ser que o morador não aprecie automóveis, como é o meu caso.

  3. Tenho um ap.na rua Tucuna defronte ao Sagrado Coração de Jesus e quando o comprei, onde hoje é parte do colégio e a traseira da oficina mecânica Miotto, havia uma casa linda com varanda, mangueira, barracão etc, e que tinha acesso semelhante ao desta. Creio que na região elas ainda existam ainda que raras. A grande vantagem é estar isolada do ruído da metrópole e contar com todas as facilidades de um bairro central.

  4. Sem contar que uma casa assim é bem mais difícil de ser assaltada, uma vez que, quem não é do bairro provavelmente não saberá da existência da mesma ali.

  5. Conheço a casa, seus moradores e sua cachorra Bebel!um sobrado lindo e bem conservado, realmente um achado!⭐️

  6. Prezado Douglas, aqui no Rio de Janeiro na Av. Paulo de Frontin, ainda existe vários imóveis do tipo apresentado na Rua Capitão Macedo e outras, alguns ainda são residência e outras são comercial, contudo, todas estão praticamente no original, entre no Google Map e confira.

  7. Sensacional! Adorei sua pesquisa! Época em que as garagens não eram tão necessárias!

  8. Não disse se há moradores na casa, mas provavelmente sim, pois está muito bem conservada. Poderia, se for possível, fazer uma matéria mostrando o sobrado por dentro. Seria muito bacana…..

  9. Olá! Fiquei muito surpresa e emocionada quando encontrei essa foto na internet! Parte da minha família morou lá (no sobrado da rua Capitão Macedo, 196) por volta de 70 anos. Muitas pessoas nasceram e faleceram lá. Eu também passei muitos dias da minha vida lá… é uma residência extremamente silenciosa mesmo, sobretudo porque as vizinhas do lado esquerdo da foto eram freiras paulinas. Tenho muitas recordações de lá, até deixei um depoimento sobre esse lugar, no Museu da Pessoa (https://acervo.museudapessoa.org/pt/conteudo/historia/sobrado-da-vila-clementino-175195). Parabéns pela descoberta!

    1. Adorei ouvir suas recordações, Patricia. Hoje moro na mesma rua e é sempre bom olhar pras coisas e saber que existe um passado impregnado nelas, que existirá um futuro, e que estamos apenas no meio de uma história maior que a gente.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: