Unidas pela memória de um bairro

A história oral é o testemunho vivo da memória de um povo. Através da palavra das pessoas muitas vezes ficamos sabendo de histórias, costumes e situações que jamais encontraremos nos livros e nos documentários. São relatos vivos e humanos da história de uma região ou de um povo.

E aqui em São Paulo não é diferente. A história oral serve como ponte para conectar a história oficial e o cotidiano das pessoas, ligando informações umas as outras que eventualmente poderiam não estar ligadas, pela simples ausência de quem as contasse.

No bairro da Penha de França, zona leste de São Paulo, um grupo de adoráveis senhoras da terceira idade reunem-se para rezar, discutir sobre assuntos relacionados a paróquia, ouvir boa música e também para lembrar-se dos tempos de sua infância e juventude. Tudo isso ocorre semanalmente em um salão da Basílica Nossa Senhora da Penha. É o grupo Raio de Sol.

Na semana passada o São Paulo Antiga esteve no local juntamente com o colaborador Francisco Folco, do Memorial Penha de França, para ouvir e gravar tudo que estas mulheres tem para nos contar, o material gravado servirá para apresentar em universidades e ao pessoal jovem em geral o que pode ser aprendido com a terceira idade.

Em pouco mais de 45 minutos, as integrantes do grupo Raio de Sol falaram com a nossa equipe de tudo um pouco: ambiente sustentável, ecologia, poluição do rio Tietê, histórias da Penha antiga, de como era namorar antigamente,  de bonde, sobre cinemas e muito mais. Uma aula de sabedoria!

O áudio desta deliciosa tarde de muitas histórias você pode conferir aqui (clique no botão play para ouvir):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

2 respostas

  1. Meu sonho é sentar com uma dessas senhoras (carinhosamente vovós) e ouvir todas as histórias de quando eram jovens, de como era a noite e o estilo de vida, nossa se pudesse ter participado dessa geração…

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: