Secretaria Municipal de Cultura limpa pichação

A Secretaria de Cultura do Município de São Paulo informou ontem através de sua assessoria de comunicação que efetuou a limpeza da Fonte Monumental, localizada na Praça Júlio Mesquita, região central de São Paulo.

Segundo o comunicado, após a identificação da pichação os técnicos da prefeitura providenciaram a remoção.

Confira abaixo o comunicado da Secretaria de Cultura na íntegra:

SECRETARIA DE CULTURA LIMPA PICHAÇÃO DA FONTE MONUMENTAL

No dia seguinte da identificação da pichação, equipe do Departamento do Patrimônio Histórico esteve no local para avaliar danos e realizar a limpeza

Localizada na Praça Júlio de Mesquita, na região central, a escultura Fonte Monumental, criada pela escultora Nicolina Vaz de Assis é feita de mármore de Carrara e continha ornamentos de bronze. Na última terça-feira, dia 9 de junho, foi identificada uma pichação, imediatamente removida, dia 10, exclusivamente com o uso de água.

Uma limpeza mais profunda para remover inscrições com giz de cera deve ser realizada em breve. Também está sendo estudado pelo Departamento do Patrimônio Histórico o restauro da peça que deve ter seus antigos ornamentos de bronze substituídos por outros fabricados a partir de materiais como a resina.

O São Paulo Abandonada tão logo recebeu o comunicado da prefeitura, dirigiu-se até o local para conferir a limpeza e de fato ela ocorreu. Entretanto, as marcas da pichação infelizmente ainda podem ser vistas no monumento, confiram:

A rápida limpeza da Fonte Monumental por parte da prefeitura de São Paulo foi uma conquista do portal São Paulo Abandonada, que publicou o ataque antes mesmo de qualquer outro veículo de comunicação, e uma vitória do cidadão paulistano. A limpeza também serviu para mostrar que a prefeitura, embora não possa evitar ataques deste tipo, está atuando rapidamente.

Agora ficamos no apelo para que a recuperação definitiva deste monumento se dê o mais rápido possível.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

6 respostas

  1. Parabéns! Fica a curiosidade de saber se os ornamentos substitutos dos que foram roubados serão suficientemente parecidos (se existe desenho técnico deles) ou apenas uma reconstituição aproximada (a partir de fotos antigas).
    Mas como outras pessoas já disseram, de repente vale mais a pena levar o monumento para um local permanentemente vigiado, como o jardim de um museu, já que o povo não faz questão de cuidar.

  2. Para as comemorações dos 450 anos de São Paulo a prefeitura elaborou réplicas dos ornamentos em bronze originais, porém feitos em outro material não tão alvejado por ladrões, porém também foram roubados. Creio que estes se forem colocados, também serão roubados.
    Vale parabenizar a prefeitura pela agilidade com a limpeza!

  3. Infelizmente, a população não tem a menor ideia do que esta obra significa para a cidade de São Paulo. Uma pena!Ainda bem que a prefeitura limpou o monumento, no entanto, resta a recuperação dos detalhes em bronze. A grandiosidade do projeto de Nicolina está permanentemente ameaçada. Um jardim público não seria mais adequado para a sobrevivência da Fonte Monumental?

    Noemi Ribeiro

  4. Realmente vale insistir que retirar ou esconder algo que pertence ao público não vale a pena.A fonte sempre esteve presente na visão do paulistano nessa praça, só o dinheiro gasto na remoção da mesma daria para usar um recurso mais sofisticado na segurança do patrimõnio com vigilancia eletronica diretamnete com policiais ou a Guarda Municipal.

  5. Consultando o Google Mapas, foto de setembro de 2014, o monumento aparentemente foi restaurado.
    Digo aparentemente pq a imagem não esta aproximada, mas é possível ver que foi pintada de branco, as pecas que parecem lagostas e circulam a fonte foram recolocadas e o melhor de tudo: o monumento foi cercado com telas, e na foto, ha uma viatura da GCM no local.
    Espero que hoje, 02/01/2015 ainda esteja assim…

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: