Casa Demolida – Rua Joaquim Távora, 887

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Esta antiga casa localizada na rua Joaquim Távora, na Vila Mariana já está com uma faixa para locação tem vários meses. Talvez, o precário estado de conservação em que se encontra o imóvel seja a razão impeditiva para a chegada de um novo inquilino.

Porém, pela beleza da construção e pela insistência da mesma em resistir ao tempo e as suas atuais condições, cremos que reformado e recuperado este imóvel pode se tornar rapidamente na jóia do quarteirão, uma vez que a região já teve inúmeros imóveis antigos dando lugar a novos prédios.

Veja outras fotos desta casa antes da demolição (clique na miniatura para ampliar):

Atualização 02/01/2013:
A casa estava muito deteriorada e o destino mais provável para ela realmente se concretizou. Depois de vários anos fechada e com placa de locação, o imóvel acabou indo abaixo. Foi demolido nas últimas semanas de dezembro. Aparentemente ali funcionará um estacionamento.

Abaixo uma fotografia tirada no última dia de 2012.

Atualização 27/02/2018:

Abaixo uma imagem mais recente mostrando a esquina toda em 2017, fotografia extraída do Google Street View.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

9 respostas

  1. Eu descobri o motivo deste imóvel estar a tanto tempo abandonado, eu me interessei pelo imóvel e queria restaurar para abrir um espaço cultural, então liguei e me informaram que o valor do aluguel é R$ 4.500,00 e que a parte interna deve ser inteira reconstruída, ou seja, o proprietário não tem o menor interesse em revitalizar, logo alguém derruba a construção e acaba de vez com a história do lugar.

  2. Boa noite Ivete, concordo com você, eu conheço este imóvel, morei na Vila Mariana durante muito tempo e uma familia amiga morou nesta casa, conheço bem ela por dentro é uma pena que as pessoas só pensam no dinheiro.Abraços.

  3. A gente vê na Europa imóveis de quatro séculos terem preservada a fachada original, adaptados por dentro ao uso atualizado, incorporadas a si as inovações úteis, e sai daqui, e os aprecia quase em êxtase. No Brasil ocorre assim, feito a história desse. Coloca-se abaixo a casa antiga, onde habitaram pessoas, gerações, famílias. Cada povo com os seus usos, os seus costumes, podemos acrescentar a fim de justificar os fatos. Talvez o brasileiro não goste do antigo, da História. Do velho. Parece ao brasileiro que o novo sempre deve vir, mais moderno, mais adequado ao uso. Isto justificaria para ele a beleza da arquitetura antiga ser assassinada. Um tesouro perdido, derrubado de modo cruel, esse imóvel. O sociólogo Gilberto Freyre dizia serem as casas feito as pessoas. Nascem. Crescem. Morrem. É uma lei à qual temos de nos habituar, no Brasil, senão sofremos demais. Dolorosa lei. Obrigado por fotografar a casa. Resta-nos a saudade da casa demolida, e a gratidão por você nos proporcionar este momento de reflexão sobre os costumes nacionais.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: