Restauro do Castelinho da Rua Apa avança

Um dos mais famosos bens históricos da Cidade de São Paulo, o célebre Castelinho da Rua Apa segue em seu processo de restauração.

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar

Iniciado no final de 2015 e anunciado em primeira mão aqui no São Paulo Antiga, o delicado processo de restauro começa a aparecer aos olhos dos paulistanos.

Estamos acompanhando de perto e semanalmente o progresso da obra e trazemos aqui algumas imagens inéditas do trabalho, para que vocês também possam observar.

Com custo previsto de R$2.876.643,33, a previsão é que a obra leve cerca de um ano para ser concluída. Uma vez concluído o restauro, o Castelinho irá funcionar como um anexo ao Clube das Mães do Brasil, que já opera em um imóvel ao lado.

Confirma mais fotos do restauro:

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar
Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

15 respostas

  1. Até que enfim uma notícia boa para a preservação do patrimônio histórico do Brasil espero que haja mais iniciativas como essa!!!

  2. Antes de ser entregue à ONG, poderia ser aberto ao público pra visitação por alguns dias…

  3. Há um filme em que a Fernanda Montenegro aparece na sacada do castelinho da rua Apa. Só não lembro qual. Seria legal achar essa imagem e colocar no São Paulo Antiga.

    1. Olá Paulo. O filme é a comédia ‘Fogo e Paixão’ dos cineastas e arquitetos Isay Weinfeld e Marcio Kogan. Filmado em 1988.

  4. Espero que depois de concluido o restauro que se mantenha assim preservado e conservado.

  5. Vejam só que legal a foto: um colorido grafite em contraponto ao cinza da construção.

  6. Meus bisavos foram mordomos/empregados da familia que morava no castelinho, na epoca que houve o assassinato/suicidio….meu padrinho que nasceu no castelinho dei entrevista pro documentario do globo reporter.

  7. Dizem que os espíritos dos que morreram ai nesse castelinho ainda rondam ali, pelo menos agora eles terão um imóvel decente para viver, oops… digo… descansar em paz…

  8. É impressão minha ou verdade que trocaram os vidros coloridos originais por monocromáticos? Se for este último caso, admito que houve descaracterização, pois os vestígios que se mostram nas fotos mais antigas auxiliam na redefinição das cores.

  9. Hoje veio a notícia no Bom Dia Brasil de que a restauração foi concluída, mas fico na dúvida em relação aos vidros que comentei: percebi que somente aquela porta-janela com vitral tricolor (verde, vermelho e branco) é que foi refeito conforme o original. Alguém sabe em relação em relação às outras portas que abrem para fora assim como as janelas?

  10. Quero ainda acrescentar que, se não me engano, vi neste site um vídeo com o Jacinto Figueira Júnior adentrando a casa. Lá se veem alguns detalhes que não estão mais presentes hoje: algo como elementos decorativos internos e design das portas de madeira (no lugar colocaram umas simples sem nenhum trabalho especial). Confiram.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: