O tradicional sanduíche Bauru

Um dos poucos alimentos cuja “invenção” é datada e se sabe o nome do seu criador, o Bauru vem se mantendo, ao longo dos anos, como um dos sanduíches mais tradicionais de São Paulo e do Brasil.

Foto: DivulgaçãoAté mesmo a conhecida rede Subway colocou em seu cardápio a especialidade, inclusive para delivery a partir de PedidosJá.

Conta a história que Casemiro Pinto Neto – então estudante na capital, nascido na cidade de Bauru – costumava pedir com frequência este tipo de sanduíche no restaurante Ponto Chic, do Largo do Paissandu, dizendo ser algo inventado por sua mãe.

Logo seus colegas começaram também a pedir e o lanche ficou muito popular entre os clientes do local.

A receita original foi oficializada por uma lei municipal em 24 de junho de 1998, aprovada pela Câmara dos Vereadores da capital paulista, tal a sua importância para não apenas os costumes como à cultura do município.

Aqui vai a receita original, registrada oficialmente.

Ingredientes:

  • 1 pão francês
  • 1 fatia de rosbife
  • 3 fatias de tomate
  • Picles
  • 1 fatia de queijo prato
  • 1 fatia de queijo gouda
  • 1 fatia de queijo suíço
  • 1 fatia de queijo estepe
  • Sal a gosto

De acordo coma a receita original esquentam-se os quatro queijos em Banho Maria (mas o micro-ondas também pode ser utilizado) com um pouco de sal.

Depois, é só colocá-los sobre os outros ingredientes já acondicionados dentro do pão – o rosbife, o tomate e picles.

As variações são inúmeras, é claro. Existe o Bauru francês, gaúcho, português, americano, italiano e muitos outros.

A popularidade dos sanduíches nunca diminui, seja aqui ou em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, eles são praticamente sinônimos de almoço. No Brasil, são associados a festas e piqueniques, mas nada impede que sejam feitos com qualidade e de maneira saudável, além do toque cultural que esta receita, em específico, acrescenta à mistura.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

10 respostas

  1. Grande matéria Douglas. Meu pai fez dia 18/08 – 93 anos. Ele foi bancário e percorreu este Brasil por muitas cidades. Há muito tempo ele chama a atenção para o fato que, o “BAURÚ” que se vende nas padarias e que a gente faz em casa, de presunto e pão de forma, nunca será igual ao VERDADEIRO BAURÚ que ele comia em São Paulo nos anos 40 e 50 do século passado. Mais um belo resgate!!!!

  2. Moro em Manaus e sempre que vou a SP visitar a família passo no Ponto Chic para comer o maravilhoso Bauru. Adoro!

  3. Acabo de comer um que eu mesma preparei.
    Saudável, muito embora
    Receita: pão multigrãos, três rodelas de tomate bem maduro, queijo minas padrão, alface cortado em pedaços , do tipo chamado “americano”
    Modo de preparo: Colocar numa fatia do pão, o queijo em fatias bem finas,no máximo duas pequenas, contornando a fatia , para não ficar gorduroso. Colocar as rodelas de tomate por cima, deixar esquentar na torradeira , a tempo do queijo derreter e esquentar o tomate e o pão .
    Retire da torradeira e , aí então, coloque os pedaços da folha de alface, não coloque antes de ir pra torradeira para o alface não escurecer e amolecer com a temperatura .

  4. PARABÉNS!!!
    Realmente, no PONTO CHIC na cidade de São Paulo mas, aqui na cidade de BAURU-SP tem a lanchonete e restaurante SKINÃO que faz um delicioso sanduíche BAURU. quem reside em Bauru ou vem passear aqui, não deve deixar de ir comer esse delicioso sanduíche la no SKINÃO.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: