Sobrado – Avenida Cásper Líbero, 447

Na avenida Cásper Líbero, na região da Luz, é possível encontrar um grande número de imóveis antigos dos mais variados estilos arquitetônicos, desde a o início da via, diante da Igreja de Santa Ifigênia até seu término na rua Mauá. E um belo exemplar é este a seguir:

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar

Localizado no número 447, este antigo prédio de dois andares é um dos mais belos e preservados desta avenida. Fica ao lado do extinto Avis Hotel, hoje um grande edifício antigo em ruínas e ocupado apenas no piso térreo.

Aliás falando em ocupar, parece que este imóvel é apenas ocupado no térreo onde funciona uma agência bancária. Os dois andares superiores, que são preservados, parecem estar vazios.

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar

Apesar do poste bem diante da fachada (aliás, vamos enterrar a fiação ?), o prédio é bastante preservado e está intacto, apenas tendo sido modernizado no térreo. Todos os detalhes ornamentais da fachada e seu frontão encontram-se em um excelente estado de preservação. A cor escolhida para a pintura também foi muito bem selecionada.

Seria ótimo o prédio do velho hotel ao lado, que também é muito bonito fosse restaurado. Daria um charme ainda maior para a avenida Cásper Líbero.

Veja mais fotos do imóvel:
Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

4 respostas

  1. Detalhes decorativos muito bonitos, isso sim é belo é charmoso, é uma simples fachada mas encantadoramente decorada… e as janelas centrais em meio arco… muito legal, parabéns aos proprietários que estão conservando-o.

  2. O centro da cidade, ao contrário dos bairros outrora industriais, não soube reinventar-se e segue em franco declínio há décadas. É preciso haver um movimento de reocupação do centro, transformando esses prédios vazios (creio não ser o caso deste, por ser pequeno) em moradias para todos os gostos e bolsos. Sem cair no populismo de transformá-los todos em moradias populares ou de elitizá-los e e transformá-los em clones do Copan, o centro somente será viável se todas as classes econômicas o ocuparem e dele usufruirem.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: