A casa mais antiga da Alameda Jaú

Quando entro em alguma rua repleta de edifícios ou construções modernas sempre me pergunto se ali ainda existe algum imóvel que representa os primórdios daquele local.

Uma casinha, prédio comercial ou qualquer outro que ou seja pioneiro naquela rua ou seja realmente muito antigo, algo como um sobrevivente.

Muitas ruas, especialmente na região central, já não tem nenhum exemplar do início do século 20 perdendo por completo seu elo com o passado, como esta da rua Casimiro de Abreu. Outras resistem com apenas um exemplar, como é o caso da última casa da avenida São João, que já abordamos aqui.

Hoje trago aos leitores outra casa com características semelhantes:

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar

Esta pequena casa passa quase sem ser notada por quem caminha ou trafega pela Alameda Jaú, no Jardim Paulista. Construída no início do século 20, esta residência é, além de uma sobrevivente, a mais antiga construção desta via.

Hoje solitária, no passado já teve ao menos uma vizinha similar, pois trata-se de uma construção geminada. A sua direita, onde hoje há uma porta comercial é possível notar que existiu outra casa. Recuada, a sobrevivente fica um tanto “escondida” na via.

Foto: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Além de ter resistido ao tempo, a casa mantém no lugar praticamente todos os detalhes originais da época de sua construção, como a arte no fachada, janela e porta de entrada. Já o piso do quintal e portãozinho são de um período mais recente.

Uma verdadeira preciosidade da Alameda Jaú.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

11 respostas

  1. já tinha reparado nessa casa, toda quinta-feira passo por ela, sempre me chama atenção, inclusive a porta que deve ser original também….

  2. Outro dia estava assistindo um documentário sobre a Dinamarca e teve um momento que eles falaram sobre a revitalização no centro de lá e a moça que eles estavam entrevistando disse que “revitalização é renovar o que já existe e não demolir e construir algo novo”

    Depois dessa é bom eu não dizer mais nada, né???

  3. Já entrei nesta casa, eu morava ao lado no nº 585. Na época funcionava uma lavanderia com uma família de japoneses. Eu era amigo de um deles e às vezes ia lá. A área onde estendiam os tecidos ou penduravam as roupas é enorme. Nesta porta fechada ao lado já teve muitas coisas, lembro que nos meses de junho e julho costumava funcionar como loja de fogos.

    1. Olá Alexandre estamos os Takada moramos por muitos anos nesta casa!
      Quantas lembranças boas !!!

  4. Moro em Jaú e fico curioso para saber o motivo de ter sido dado o nome da minha cidade para essa Alameda. Estive esse final de semana nessa região, andei por essas alamedas e mais uma vez fiquei curioso, tanto que achei essa postagem através da pesquisa para descobrir o motivo. Se alguém puder me ajudar, ficarei imensamente grato.

    1. O bairro chama jardim paulista e homenageia as cidades do estado de SP, pesquise os nomes das ruas vizinhas……………… já o jardim europa leva o nome dos países, jardim américa países da américa central.

  5. Morei nessa casa por 35 anos, eu e minha família fomos muito felizes nela! Saudades imensas daquele tempo!

  6. Minha família morou nessa casa por décadas. Meus pais se casaram, primeiro moraram na casa ao lado e depois de alguns anos se mudaram para essa casa. Fomos muito felizes. É triste ver que hoje em dia está nessas condições, mesmo assim tenho ótimas recordações. ❤️

  7. Morei nesta casa por 28 lindos anos de minha vida, hoje estou com 48 anos! Parece que foi ontem! Boas lembranças desta !

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: