Salão Piratininga

Antigo Salão Piratininga – rua da Mooca, 1062

Clique na imagem para ampliar

Neste prédio, hoje em avançado estado de deterioração, funcionou o salão de danças Piratininga. O mesmo foi um salão familiar bastante familiar que operou entre as décadas de 60 e 80.

O nome Piratininga não tem nenhuma relação com o Clube Piratininga na zona oeste da cidade, mas sim uma alusão a rua Piratininga que fica de frente para este salão.

Com o tempo, o salão Piratininga foi sofrendo um severo processo de decadência até que encerrou suas atividades. Com o tempo o local perdeu boa parte de suas características como o terraço que desabou. Atualmente uma gráfica opera no térreo da construção.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

3 respostas

  1. Olá, parabéns pelo site. O governo de São Paulo fala muito da revitalização do centro da cidade. Observando vosso site com informações tão ricas, me vem à mente sugerir que esse mesmo governo atenha-se ao fato de que restaurar também é sinonimo de revitalizar. Pra frente sampa…

    1. Colega, essa “revitalização” do centro da cidade é uma farsa, pois primeiro: Não podemos falar em revitalização se não dermos um jeito de recuperar os “nóias” e tirar os traficantes do centro de São Paulo, pois do contrário teremos um monte de prédios bonitinhos, que aliás provavelmente serão construídos atendendo a interesses de especuladores imobiliários e em detrimento da preservação de prédios históricos que são demolidos para a construção de “pombais de luxo”, no meio de uma “boca do lixo”, ou seja, as nossas “otoridades” querem fazer uma “embalagem bonita” para embrulhar um “produto ruim”.

  2. Esse predio foi reformado, porém foi bem alterado. Retiraram o pouco que restava dos terraços, as portas foram removidas e as janelas do ultimo andar trocadas. Somente as janelas do primeiro andar e os pequenos vitros centrais, que ficavam acima das portas permanecem.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: