Sobrado – Rua Catão, 246

Por toda a cidade de São Paulo encontramos esta cena repetindo-se a exaustão. São casas muito antigas (e algumas nem tanto) que acabam por alguma razão desocupada.

clique na foto para ampliar

Com o tempo a desocupação começa a transparecer mais, inicialmente com a fachada que começa a deteriorar-se. Depois chegam os primeiros atos de vandalismo como a pichação, logo mais um idiota qualquer atira uma pedra e o primeiro vidro é quebrado. Da mesma maneira que uma pichação chama outra, um vidro quebrado também chama o ataque ao próximo vidro.

Com o tempo, não há mais vidraças sobrevivendo e nem mais espaço para mais pichação e,para evitar danos maiores ao patrimônio ou mesmo uma invasão, chega-se ao ato final de proteção de um imóvel em situação de abandono: o emparedamento. E esta casa já está nesta situação, com vidros quebrados no andar superior, muita pichação por toda a fachada e o térreo com suas duas janelas emparedadas.

Qualquer semelhança com outros imóveis em outras regiões da capital, não é mera coincidência. É um triste retrato cotidiano paulistano, e de muitas outras cidades do Brasil.

Veja mais fotos deste sobrado (clique na miniatura para ampliar):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

11 respostas

  1. A placa de “Proibido estacionar” e a faixa exclusiva para ônibus seriam um dos motivos da falta de interesse na utilização da residência?

    1. Caro José. Sou um dos proprietários herdeiros. Este sobrado onde nasci em 58 foi , infelizmente, alugado para golpistas que o transformaram em um prostíbulo. Na época (2003) a imobiliária faliu e administrou mal as contas de água. Soubemos depois que ao invés da Sabesp retirar o cavalete, aceitava promessas dos inquilinos (ou sei lá o que…). Estamos processando a Sabesp e sabe com que velocidade a justiça anda neste país. Entramos com uma liminar para religarem a água e assim poder alugar o imóvel que está em um ótimo local. Ao lado, uma farmácia funciona há anos. (imóvel também nosso) Na frente foi construído um belíssimo conjunto residencial. É uma pena. Vamos ter que esperar a justiça autorizar a religação da água.

      1. Olá Fernando, meu nome é Paula Pimenta sou artista plástica, residente de São Paulo. Estou desenvolvendo um trabalho plástico sobre casas abandonadas, lacradas ou fechadas por diversos motivos, onde me aproprio dos relatos de moradores e vizinhos e crio uma imagem ( pintura em tecido) e coloco na fachada desta casa.
        ( geralmente colo sobre a parte lacrada ou apenas prego em algum lugar que não danifique a casa). A minha idéia é resgatar a história destes lugares para transferir alguma imagem que as pessoas possam observar e descobrir a essência dele ao passarem em frente. Então gostaria de lhe pedir um pequeno depoimento sobre a sua experiencia neste casa, o que ela é pra você!
        Não possuo a intencão de ser invasiva, apenas que resgatar a historia da cidade, que é a nossa história. No depoimento pode ser dito que você quiser. Caso tenha interesse em participar do projeto por favor entre em contato pelo e-mail pah_pimenta@hotmail.com

        1. Ola Paula, somente agora vi sua mensagem, muito tardiamente…De qualquer maneira, caso ainda queira usar a casa para seu trabalho, fique à vontade. A história da casa está resumida no meu depoimento acima. Nasci lá, morei até 68, foi alugada tres vezes e na ultima, em 2003, fomos vitimas de fraude de documentos. A imobiliária faliu no mesmo momento deste erro de falta de cuidados com documentos falsos e por fim, a Sabesp foi tolerante com as faltas de pagamento de água. O lento processo juridico contra a Sabesp se arrasta desde 2009 e até o momento (ja ganhamos em primeira instancia, mas a Sabesp recorreu) a casa está sem água e impossibilitada de ser alugada.

      2. Ola senhor fernando nao sei se recebeu meu comentario mas se o senhor deixa se eu cuidar da casa ficaria muito grato
        Meu cont 995752138 meu nome e Andre

  2. Boa tarde.
    Não parece ser muito antiga, mas olhando no mapa, tem a proximidade de 2 igrejas, sendo que uma delas creio ser do tipo que atrai muita gente e faz sermões usando microfones, com isso, esse sobrado só serviria para comércio, pois não creio que mutias pessoa gostariam de uma igreja com sermões em alto e bom som, atrás de suas casas…
    Obrigado.

    1. Boa tarde.
      Na quarta linha onde está escrito “mutias pessoa”, é p/ ser “muitas pessoas”.
      Obrigado.

  3. Muito pior é o abandono do antigo Hospital Sorocaba, a apenas 50 metros dessa a casa, em que, em 1965, morava um amigo meu de escola.
    Casa, aliás, que não tem nada de expecional. Mas o vandalismo exterior agride a cidade.

  4. Eu não tenho condições de comprar uma casa ,ganho pouco pago aluguel e fico triste de ver tantas casas abandonada e eu sem nenhuma,lutando para ter uma,por favor vende ela para mim,sera que é tão dificil assim,
    alguém vender uma casa a ponto de deixar ela abandonada.Porque acontece estas coisas.
    Trabalho tanto , já formei um filho só falto o meu outro filho se formar me dediquei a meus filhos agora espero que com eles posso ter um lar para que eu desfrute com eles enquanto eu viver, me de esta oportunidade por favor tenha misericórdia.

  5. Quem quiser doar esse imovel afim de eu montar uma casa pra mim mora eu aceitaria de bom grado obr

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: