Palacete Tereza Toledo Lara

Apesar de vivermos em uma cidade onde as demolições ocorrem rapidamente, São Paulo ainda abriga um sem número de construções antigas e históricas. Muitas delas estão na região central, que costumamos chamar de “Centro Histórico”. Uma dessas construções, é o belíssimo Palacete Tereza Toledo Lara.

O palacete com sua iluminação noturna (clique para ampliar)

Localizado na Rua Quintino Bocaiúva, o palacete é uma das mais belas obras arquitetônicas da São Paulo antiga. Inaugurado em 1910, o nome do imóvel é uma homenagem a Tereza Toledo Lara, filha do Conde Antônio de Toledo Lara, e que tinha menos de 10 anos de idade quando seu pai construiu o palacete.

Para o projeto desta magnífica construção foi chamado o arquiteto Augusto Fried (ou August Fried no original), alemão que executou diversas obras na cidade de São Paulo como este mesmo palacete e o prédio do antigo Colégio Porto Seguro, que ainda sobrevive na Praça Roosevelt.

ELevação parcial do Palacete Tereza de Toledo Lara (clique para ampliar).

Com forte inspiração européia em seus traços arquitetônicos, o palacete chama muito a atenção pelos seus inúmeros e variados ornamentos na fachada, como máscaras, estátuas, guirlandas e pináculos.

No interior da construção a beleza não fica por menos, com seus encantadores vitrais coloridos, piso hidráulico e um elevador pantográfico. No total são três pavimentos (térreo e dois superiores) e o porão.

Nota-se ainda, na extremidade da construção, a assinatura de seu arquiteto gravada na própria fachada, costume que é muito comum em prédios na Europa, Estados Unidos e Argentina e que aqui chegou a ser adotada nas construções da primeiras décadas do século 20, antes de cair em desuso.

No detalhe a assinatura do Arquiteto Augusto Fried (clique para ampliar).

Uma construção tão magnífica como esta, localizada em uma das melhores áreas para negócios no centro da capital paulista à época, não demoraria a receber inquilinos.

Logo no início dos anos 10, pouco depois de ser inaugurado o prédio foi muito disputado e caracterizou-se principalmente como local de escritórios de advocacia, médicos e cirurgiões dentistas. Entre as figuras mais célebres a possuir escritório no palacete estava o famoso Arquiteto Victor Dubugras.

Em meados dos anos 30, Paulo Machado de Carvalho, transferiu a sede da Rádio Record até então localizada na Praça da República para o palacete onde a emissora permaneceu por muitos anos.

Frontão do palacete (clique na foto para ampliar)
Frontão do palacete (clique na foto para ampliar)

Neste período, não era raro ver muitas pessoas do lado de fora esperando para ver seus ídolos do rádio. Foi nesta época também que lojas de instrumentos musicais se estabeleceram ali, ocasião em o lugar foi popularmente batizado de “esquina musical de São Paulo”. Até hoje há uma certa tradição como endereço musical, com loja de instrumentos instalada em um dos andares do imóvel.

No postal dos anos 20, o Palacete está à direita. No centro da imagem a rua Quintino Bocaíuva.

Com o passar dos anos novas áreas da região central começaram a se destacar, com prédios mais altos e modernos e muitos escritórios deixaram a região. Não só o palacete como boa parte dos imóveis em seu entorno sentiram a mudança no perfil do público que tornou-se um pouco mais popular. Mesmo assim o prédio resiste até hoje, pouco mais de um século depois de sua construção, como um dos mais antigos e conservados imóveis do centro histórico.

O Palacete Tereza de Toledo Lara está protegido, uma vez que ele é um imóvel tombado pela Prefeitura do Município de São Paulo. Apesar disso, é possível notar que o prédio carece de uma restauração, já que possui algumas marcas de infiltração nos balcões e na fachada. Também é preciso ter uma pintura padronizada, uma vez que os estabelecimentos comerciais no térreo pintam em total desacordo com os andares superiores.

É impossível passar pelas ruas Direita, José Bonifácio e Quintino Bocaiuva e não admirar a beleza desta construção histórica.

Veja mais fotografias em nossa galeria abaixo (clique na foto para ampliar):

Saiba mais:

  • O Conde Antônio de Toledo Lara, que mandou construir o palacete, foi um grande empresário não só do café mas também do ramo imobiliário. Em certa época chegou a possuir a maior parte dos prédios do centro de São Paulo. Até hoje há uma empresa administrando seu legado imobiliário, a OTL (Organização Toledo Lara).
  • Muitos chamam o palacete apenas de “Palacete Lara” isto é um erro.  O nome Palacete Lara é de outro edifício, localizado no número 185 da rua Álvares Penteado construído em meados dos anos 20.
  • Em pesquisas o nome “Tereza” é encontrado tanto com a letra “s” como a letra “z”.

Veja fotos do Palacete Tereza de Toledo Lara antes do restauro:
(clique na miniatura para ampliar)

Bibliografia consultada:
Sobrados e Barões da Velha São Paulo – Mário Jorge Pires – pp 48
O Estado de S. Paulo –  28/06/1912 – pp 08
O Estado de S. Paulo – 21/11/1913 – pp 12

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

27 respostas

  1. Realmente! Belíssima construção.Se fosse na Europa faria parte da programação de visitas turísticas de agencias de viagens.

    1. Que legal que vc conhece.Vc disponibiliza de fotos do interior ou exterior do imóvel (pós restauro), para que eu possa anexar em um trabalho da faculdade de Design de interiores em londrina Paraná, na disciplina de restauro.
      Não encontro nada da atualidade.Por favor envia-me ficarei muito grata.

      PS: se alguém mais tiver alguma imagem atual fiquem livres para postar.Isso faz muita falta como fonte de pesquisa.

      Att Rosângela

  2. Quantas riquezas arquitetonicas soltas por este SP `a fora. Como seria maravilhoso se fossem preservados e admirados nao so’ pelo povo como tambem pelos governantes responsaveis por esse acervo cultural.

  3. Glória a Deus também não cobriram com aquelas cores horrorosas, deixaram a superfície de pedra exposta.

  4. Desculpe o q vou postar aqui… acredito q vou ofender muitos,mas, enfim ,é minha opinião…não gosto
    das obras de Oscar Niemeyer, posso considerá-lo um gênio,
    é óbvio,mas não me agrada, gosto do antigo…nasci na época errada,rsrs,olhe o contraste com os prédios…nada
    bonito…

    1. Mas em São Paulo é difícil fugir do contraste, né?! A maior parte dos modernistas não teve pudor de desrespeitar o entorno: Rino Levi, Warchavchik…

  5. Este site é excelente,muito bem feito e muito útil mas não dá para negar, que toda vez que eu venho aqui… dá uma dor no coração!

  6. Eu lembro que há uns dois anos atrás, quando passei por ele, fiquei curiosa por culpa do violoncelo que vi em uma das janelas, foi a primeira coisa que reparei. Só depois notei toda a estrutura.
    Acho ótimo poder entrar aqui e ler artigos sobre construções/monumentos que já tinha passado mas não tinha ideia da origem(já que a maioria não tem identificação alguma). Obrigada por fazerem isso <3

  7. Adoro este site! Estou fazendo meu TCC sobre Turismo Cultural no Centro Histórico de São Paulo, mais especicamente, a região do Triangulo Comercial (Rua Direita, São Bento e XV de Novembro) e este site está me ajudando muito! Estou mapeando os prédios que tem nas ruas e é muito difícil encontrar a história de muitos deles. Gostaria que vocês permitissem usá-los como fonte para meu trabalho. As informações são muito boas!

    1. Monica,
      Tenho várias fotos de areas internas de predios desta Região!
      Se quiser, me passe seu e-mail e eu te mando.

      Beijos!

  8. Boa Tarde pessoal,
    Eu fotografei a área interna do Palacete, inclusive salas vazias e o elevador.
    Me passem algum e-mail e eu envio para vocês!
    Muito obrigada pela postagem!
    Beijos.

  9. Boa tarde,

    Referente a este prédio, ele está a 2 anos com projeto na prefeitura para revitalização porém como todos sabemos, existe a morosidade no processo.

    Referente as empresas que administram parte do patrimônio do Antônio de Toledo Lara existem além da OTL (Organização Toledo Lara), a Marcelo Lara Negócios Imobiliários onde foca também na revitalização dos prédios no centro.

    http://imoveismlara.wordpress.com/tag/revitalizacao/

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,depois-de-30-anos-centro-de-sp-volta-a-ganhar-populacao,711718,0.htm

    1. o predio ja esta sendo restaurado,eu faço parte da equipe de restauro,as obras começaram em abril de 2014.

  10. Excelente material, bem redigido e documentado. Parabéns ao autor, Douglas Nascimento!
    Abraço e admiração!
    Alexandre Rocha

  11. Nao entra na minha cabeca, porque o brasileiro nao curte essas joias da nossa arquitetura. Qualquer pais de Europa, elas sao intocaveis e veneradas. No Brasil, nao passa de “lixo velho” que triste !

  12. É um edifício tão belo que poderia ficar por horas apreciando os detalhes! Só não ficou claro para mim, pelas fotos como ficará a parte térrea. Pois aquelas portas estilo “boteco e armazéns”, honestamente destoam da parte de cima. Desculpem se falo bobagem..não entendo de arquitetura, minha área é outra. Mas amo este site! Parabéns mais uma vez Douglas Nascimento.

  13. a beleza de um predio antigo comparado ao predio novaiorquino horroroso ao lado

  14. Eu tenho uma certa esperança de que os palacetes paulistanos e outras construções históricas da cidade vão passar a ser mais valorizados porque eu vejo cada vez mais pessoas valorizando coisas tradicionais, principalmente uma parte dos jovens. Falta essas pessoas se tornarem conscientes dessas riquezas que nossa cidade já possui.

  15. OPEREI ESSE ELEVADOR QUE LEVAVA AO AUDITORIO DA RADIO
    AONDE SEU SIQUEIRA ERA O DONO DA BOLA,ESTOU COM 88 ANOS

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: