Conheça o Museu do Fusca

Você sabia que existe em São Paulo um museu exclusivamente dedicado ao carro mais amado e popular do mundo? Sim estamos falando do Volkswagen Fusca!

clique na foto para ampliar

Localizado no bairro do Ipiranga, berço da Independência do Brasil, o Museu do Fusca é uma iniciativa particular e pertence ao colecionador e vereador paulistano Camilo Cristófaro.

Na coleção estão expostos 30 modelos diferentes frutos de décadas de garimpo e dedicação de Cristófaro. Entre os modelos nacionais destaque para os raros Pé de Boi, com Teto Solar (apelidado à época de Cornowagen), do conversível Sulam e de dois última série, sendo um 1986 (do primeiro fim da produção do Fusca no país) e um Série Ouro 1996 (do fim de produção do modelo Itamar).

Entre os Fuscas importados, destaque para o raríssimo modelo esportivo SSR, para um Fusca inglês (com volante no lado direito) e vários outros modelos alemães. Além disso o museu conta com um exemplar do último modelo produzido no mundo, um Fusca mexicano 2003/2004 ainda zero quilômetro, dois quais apenas 15 unidades vieram para o Brasil.

Exemplar do último Fusca do mundo produzido no México (clique para ampliar)

Por ser particular o Museu do Fusca não é permanentemente aberto e nem possui um calendário regular, entretanto Camilo Cristófaro costuma abrir o museu ao público várias vezes ao ano, sendo que a última de 2021 foi no domingo 21 de novembro. Entretanto é fácil ficar por dentro de quando o museu abrir, basta seguir as redes sociais de Cristófaro, tanto no Instagram quanto no Facebook.

Ficou curioso sobre o Museu do Fusca ? Enquanto não temos uma nova data para visitar, assista ao vídeo a seguir mostrando o espaço e também a entrevista com Camilo Cristófaro, onde ele fala sobre os carros, a coleção e ainda dá dicas para quem vai começar com seu primeiro fusquinha.

Serviço:

Museu do Fusca
Rua Moreira e Costa, 361 – Ipiranga
Programação: Consulte @Instagram e Facebook

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal e fique sabendo de nossas publicações, passeios, eventos etc:
ouça a nossa playlist:

3 respostas

  1. Parabens pela materia.Eu como um apaixonado por Fusca, já tive um ano 53(vidro traseiro oval repartido), um 1955 (oval inteirico). De 1960 em diante , acho que tive todos.Hoje tenho um Itamar 1995 com 80 mil km originais há 9 anos.Nao sabia que existia esse museu. Vou visitá-lo um dia. Interessante é que o Fusca está muito valorizado hoje em dia.E muito roubado tambem por causa das pecas.

  2. Lindo maravilhoso coisA DE OUTRO MUNDO DESCONHECIDOS DE NOS. Parabens aos organizadores. pena não ter objetos e outras coisas de anos mais inferiores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.