Casarão – Largo do Bom Jesus, 318

Recentemente empreendi uma viagem de pesquisa até o município de Mogi das Cruzes, no extremo leste da Grande São Paulo. Já estive na cidade em algumas ocasiões, mas apenas uma vez para trabalho de campo, especialmente para conhecer o antigo Cemitério de Nossa Senhora do Carmo, originalmente destinado aos portadores de hanseníase.

Desta vez me concentrei especificamente no pacato distrito de Sabaúna (matéria em breve), mas ao passar pelo centro da cidade me deparei com esse belo casarão colonial:

clique na foto para ampliar

Localizado no número 318 do Largo do Bom Jesus esse casarão é uma das mais antigas construções da região central da cidade, originalmente servindo como residência e nos anos mais recentes recebendo ocupação comercial.

Bastante alterado na parte interior para abrigar uma clínica, o imóvel permanece com sua fachada preservada ao longo de sua face dianteira e também em sua lateral, que estende-se pela rua Dr. Ricardo Vilela.

mural de azulejos foi danificado (clique para ampliar)

As alterações perceptíveis visualmente no lado exterior são duas. Uma é a grotesca opção de aplicação de pintura texturizada em um imóvel antigo, algo que nem sempre fica bem sequer em imóveis mais novos. Afinal,  além de tirar a característica original da pintura trata-se de uma técnica bem inadequada para locais com muito trânsito de veículos, uma vez que rapidamente os resíduos da poluição vão se acumulando facilmente pelas ranhuras da textura.

Outro dano lamentável é no mural de azulejos, localizado sobre a porta de entrada (foto anterior). É até possível que o desenho tenha se apagado sozinho pela ação do tempo (isso está acontecendo no mural da Rodovia dos Imigrantes), entretanto tem alguns anos onde uma clínica que ocupava o imóvel parafusou um letreiro junto ao mural, danificando-o severamente.

Até acredito que caso exista alguma foto antiga do casarão com a mural de azulejos intacto seja possível reconstruir a imagem, mas isso depende da vontade de proprietários o que nem sempre é algo de se animar.

Mogi das Cruzes é uma cidade bem agradável, com acesso por carro, ônibus e ferrovia e sua região central é repleta de construções interessantes. Vale a pena visitar!

Veja mais fotos (clique na foto para ampliar):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

5 respostas

  1. Em respeito por esta maravilha os postes de luz não deveriam estar alí

  2. Ainda assim, o casará é belíssimo.E valeu pela dica, não conheço Mogi das Cruzes, qualquer dia, vou dar um passeio por ali

  3. Bom dia.
    Este prédio foi reformado em 1944 tendo como base um tradicional casarão de taipa de pilão para a instalação da Creche Santana até a década de 70.
    Os azulejos foram colocados por volta de 1980, portanto, nada de histórico neles.

    1. Nasci em Mogi das Cruzes em 1960 e cheguei a ficar nesse edifício quando ainda era a Creche de uma ordem religiosa, não sei qual. Já se vão décadas, bom saber que ainda existe o imóvel, mas francamente, aplicar textura é de uma falta de gosto total ! Um bom local para registrar é o Salão de Chá, no bairro do Cocuera, tem história bem cuidada alí .

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: