Igreja de Santa Cecília

A bela igreja de Santa Cecília em duas épocas:

O ANTES (1947):

O DEPOIS (2010) – Clique para ampliar:

Comparando as duas imagens com um espaço de 63 anos entre elas, podemos notar a ausência de edifícios ao redor da igreja em 1947. Os vários postes presentes na imagem de 2010 brinda a imagem com uma considerável poluição visual, que distrai um pouco os olhos de quem procura a igreja na fotografia. As árvores inseridas na praça após a inauguração da estação Santa Cecília do Metrô também ofuscam a visão da igreja.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

12 respostas

  1. importante é ela está se pé ….coisas que vemos que não acontece em nossa Sampa querida.

  2. Olha que intereçante, antes muito calmo e sereno e o depois já aparece dois suspeitos esperando uma vitima.

    Rsrsrsr.

    1. MEU VC DISSE 2? SÃO 4. UM SENTADO A DIREITA APENAS OBSERVANDO, OS 2 DE PÉ A CAMINHO DA VÍTIMA E NO FUNDO DE AMARELO SENTADO OUTRO SÓ OBSERVANDO SE APARECE ALGUMA POLICIAL.
      BRINCADEIRAS A PARTE, ESSA ÁREA SE DETERIOROU MUITO JÁ MOREI QUANDO PEQUENO PRÓXIMO E JÁ ERA PERIGOSO. AGORA? ….
      MAS O QUE PODEMOS FAZER. A CIDADE ESTA JOGADA AS TRAÇAS. DESDE QUE ME ENTENDO POR GENTE SÓ VEJO A CIDADE PIORAR, E NÃO DIGO O TRÂNSITO ETC. MAS SIM A CRIMINALIDADE EM ESPECIAL!
      MOREI NA RUA CINCINATO BRAGA AO LADO DA PAULISTA E VIA POLICIAL TODO DIA E HORA. DE UM TEMPO PRA CÁ SUMIRAM. ISSO É UM REFLEXO DE TODA A CIDADE!
      MAS SIM A NOSSA SÃO PAULO CHEIA DE PROBLEMAS TBM É CHEIA DE VIRTUDES!

  3. Super interessante ver como era o entorno em 47. Meus pais casaram-se lá em 48. Foi feita uma única foto do casamento, dentro da igreja. Aliás, bem conservada internamente até hoje. Lá fora….. como em toda a cidade, a poluição visual é extenuante. Destrói qualquer pretensão de alguma boa imagem.
    e a nossa qualidade de vida?

  4. Concordo…
    O importante é a Igreja estar lá, no mesmo lugar, e não ter sido demolida ou implodida para dar lugar às obras do Metrô, como foi o caso do Edifício Mendes Caldeira, na Praça Clóvis.
    Quanto às árvores, fico satisfeito em observar que, pelo menos ali, existe um pouco de verde, no meio do cinza concreto que tomou conta da nossa cidade.

  5. Ela é tão cheia de detalhes, arte, história que ofusca o que tem em torno dela!!!! Amo

  6. Considero que esta igreja linda e tem ótimo órgão, o qual já toquei várias vezes, inclusive tendo realizado lá 2 apresentações em 1991.

  7. Esclareço ainda que informei ao Juarez, o restaurador dos afrescos, o que estava escrito naquele que fica no braço direito do templo. Em dado momento ele ficou na dúvida duma palavra e aí eu me lembrei vendo as mínimas marcas sobreviventes dum princípio de incêndio que continham a palavra “Ecce”. Ele a princípio duvidou, mas a minha observação foi confirmada pelo Alfredo Nascimento Lima, pároco na época.

  8. O órgão resiste à poluição notavelmente: não consigo até hoje me esquecer do diminuto instrumento com belíssimas sonoridades. Recentemente soube que ele foi ampliado e, consequentemente, dispõe de mais recursos, mas o plano original é um primor. Quero ver se consigo voltar a tocar lá, mesmo que como passatempo.

  9. Douglas preciso muito falar com você, eu sou a Susan Iannace que investigou o crime do Castelinho da Rua Apa, por favor entre em contacto comigo, fone 11-99970-1028, email susaniannace@gmail.com. Obrigado.su

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: