Fonte Monumental é alvo de pichações

Quando o paulistano pensa que um patrimônio histórico de sua cidade chegou ao ponto máximo de abandono e descaso possível, o vandalismo surge em cena e mostra que pode ainda ser muito pior:

A Fonte Monumental, localizada na Praça Julio Mesquita região central de São Paulo e que foi tema de uma reportagem do site São Paulo Abandonada há dois meses atrás, foi atacada por pichadores neste último final de semana.

Os marginais que atacaram uma das mais belas obras de arte a céu aberto da cidade de São Paulo, não pouparam esforços para deixarem suas marcas em dois lados da fonte utilizando uma tinta de cor preta. A espessura dos traços da pichação fazem com que o ato de vandalismo contra o monumento possa ser visto de longe por quem passa por ali. Além disso, outros rabiscos foram feitos na base da escultura e ainda pintaram os lábios e os seios de uma das sereais com uma tinta vermelha.

Depois de ficarmos estarrecidos com mais este ataque ao patrimônio histórico da cidade de São Paulo, fica a pergunta: Até quando a obra máxima de Nicolina Vaz na cidade de São Paulo estará largada a própria sorte? Hoje, ela serve apenas de mural ao vandalismo e banheiro público a céu aberto.

Não seria a hora de se pensar em restaurar a fonte e, talvez, movê-la para a Pinacoteca tal qual foi feita com a Musa Impassível ?

Com a palavra, a Prefeitura do Município de São Paulo.

Vejam outras fotos (clique na imagem para ampliá-la):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

13 respostas

  1. O certo seria ter borrado ou pixelado as pichações. Essas fotos ajudam a divulgar os pichadores, estão fazendo um favor a eles.

  2. A cidade se desconstrói de maneira assustadora. É temeroso ver cenas como essa. O poder público pode ser omisso, mas a população precisa se reeducar e ser mais cidadã.

  3. Não seria difícil encontrar o “ar- tista” que pintou tal obra. Caberia dar-lhe uma lição.
    luciano

  4. Infelizmnte, nós não sabemos o que é cultura e tendo ações desta natureza nunca saberemos. É uma pena!

  5. Triste. Como professor, não acho que haja cultura boa ou cultura ruim. Existe sim um estado de entorpecimento e de brutalização gradual do senso estético que não permite que uma pessoa dessas consiga perceber valor numa obra de arte. Alienação de consciência e sentidos que faz com que alguém ataque alegremente um monumento público… Família desestruturada, pobreza material e de espírito, falta de educação e escolha pessoal pelo mal podem ser explicações.

  6. Um país que não sabe preservar e nem dar valor ao seu patrimônio, não é um país.

  7. Lembro deste fonte linda maravilhosa de quando era criança quando ia com os meus pais almoçar no Filet do Moraes sempre na saida iamos até a fonte este fonte ainda tinha os caranguejos de bronze que por sinal já foram roubadas uma pena, nossa cidade invadida por animais e vandalos.
    Sem palavras

    Cardoso

  8. Que tristeza! Sempre acreditei que o melhor lugar para esta fonte é a praça Antônio Prado (aquela aos pés do Banespa, defronte à Bovespa), por lá haver um cuidado maior com as coisas e ser melhor frequentada, mas chego a pensar que melhor mesmo seria estar na Pinacoteca, infelizmente.

  9. Observndo melhor essa foto é possível encontrar várias partes do mármore quebradas pelos vândalos, como mãos de sereias, folhas das flores, etc.

  10. Em todas as cidades existem pichadores, mas por se tratar da maior cidade da america Latina, aonde a arte da educação e da cultura é pouca, a cidade deveria instalar câmeras ocultas proximas aos monumentos que fazem parte da cultura e da Historia de nossa cidade.Pois com a filmagem e monitoramento, o vândalo será pego!!!Mas o que fizeram das lindas lagostas?

  11. “O vândalo será pego”? Pode até ser, mas…e depois? O que vai acontecer? Provavelmente, ele será solto, ele e os seus comparsas.E continuarão fazendo isso…ou coisa pior!
    O que precisamos é de lei, ou que se cumpram as que já existem- se é que existem!!!!
    Não é pura e simplesmente um caso de polícia: precisamos de leis mais rígidas.”A CERTEZA DA IMPUNIDADE, ALAVANCA A CRIMINALIDADE!”.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: