Escola Juvenal de Campos

Passeando pelo bairro de Vila Augusta, na Cidade de Guarulhos, encontramos na Rua Professor Ferreira Paulino este belo casarão fechado.

O casarão encontra-se assim nesta situação há alguns anos. No local até então funcionava uma escola muito conhecida na região chamada Juvenal de Campos, fundada em 1961. Apenas a quadra de esportes continua em funcionamento e em uso pela comunidade local.

Na imagem abaixo, a escola em meados da década de 1980:

Moradores vizinhos a este belo imóvel temem que a especulação imobiliária que tomou conta desta região de Guarulhos possa fazer este casarão vir a ser comprado e demolido.

No imóvel é possível notar um início de recuperação do casarão que, por alguma razão, não foi adiante. A bela construção possui duas escadarias laterais, um imenso porão, sacada e um enorme jardim à direita. Neste jardim é possível encontrar um belo chafariz, hoje sujo, quebrado e desativado.

Confira outras fotos da escola (clique na miniatura para ampliar):

Atualização – 27/11/2017

As antigas instalações do Colégio Juvenal de Campos foram adquiridas pelo Colégio Marconi. Fomos convidados pela direção da escola a conhecer o projeto para o local, que trará já em 2018 o colégio em atividades neste endereço.

Também entramos na área do velho casarão onde pudemos conhecê-lo por dentro (fotos em breve). O casarão será restaurado e irá abrigar um espaço cultural do Colégio Marconi, a expectativa da reinauguração do imóvel recuperado é de meados de 2019.

Vamos acompanhar!

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

42 respostas

  1. Lembro-me da escola que nesse casarão funcionou não por muito tempo. Essa rua era de pequeno movimento, mas agora com as construções de prédios na redondeza, ficou com bastante trafego. É uma pena que uma construção desse porte seja abandonada.

  2. É muito triste que esse prédio esteja assim.
    O enorme terreno e construção daquilo que um dia foi minha escola, desde a primeira série do ensino fundamental ao terceiro colegial.
    Por mais de 10 anos foi minha segunda casa. Guardo recordações ótimas da escola e dos amigos que fiz.
    Se eu tivesse a oportunidade de entrar ali de novo, seria de chorar.

    Agradeço a dica do Mauricio Barreira, que me avisou que as instalações da antiga Escola Juvenal de Campos faziam parte do site São Paulo Abandonada, que eu tanto admiro.

  3. É inacreditável que um casarão como esse esteja abandonado. O imóvel poderia se transformar num centro cultural. No Brasil não falta apenas vontade política, falta atitude da população. Por isto e por tudo, meus parabéns pelo belíssimo trabalho aqui apresentado!

  4. Aqui em Porto Alegre o governo estadual com iniciativa da prefeitura municipal, tem um programa de restauração e Tombamento de Molumentos Históricos (Casas Antigas fazem parte do patrimônio da cidade) Fica a sujestão para o Governo de São Paulo!

    Atenção José Serra!

    Abraço.

  5. Que tristeza ver um patrimônio histórico tão lindo totalmente acabado. Trabalhei lá por muitos anos e a construção é magnifica e me traz muitas lembranças. Seria um local maravilhoso para um Centro Cultural.

    1. Vi a reportagem no Domingo Legal e fiquei curiosa em saber porque a escola fechou, parecia pelas fotos um lugar muito bonito e bem cuidado, o que aconteceu, você que trabalhou lá sabe?

  6. Ah! Sem contar que na parte interna das escadas existe um vitral magnifico com pássaros super colorido.

  7. Estou triste em ver como uma escola tão linda pode ficar assim. Estudei lá em 1993 e tenho ótimas recordações de todos que convivi por lá naquela época. Torço para que restaurem esse imóvel para que novamente se torne um lindo patrimônio e até um centro cultural para a população guarulhense.

  8. Fui aluna desse colégio nos anos 90 e apesar de morar perto do local, há tempos não passo pela rua dele.
    Uma pena mesmo estar nessa situação. As fotos me trouxeram boas recordações!

    1. Oi Edinair… A casa pertenceu ao ex prefeito de Guarulhos Fioravante Ievolino, mas creio que não pertence mais a família.

  9. Nossa, muito obrigado pelas fotos do Juvenal, fico feliz em relembrar dos velhos tempos de 1995,1996 que estudava nessa escola quando fiz a 2ª,3ª e a metade de 5ª série e quando recebi a triste noticia que a escola havia falido, foram grandes momentos, lembranças, amizades, e passeios nesse tempo, me lembro até hoje dos donos Sandra e Sérgio, das tias Erli, Marli, tio Silnei, Duty, Cida, Cacilda e Odete. Já se foram 14 anos e agora um casarão e quadra históricos e abandonados, espero que a prefeitura de Guarulhos e São Paulo consigam preservar e erguer novamente esse patrimônio/antigo Colégio Prof.Juvenal de Campos que foi uma grande escola de Guarulhos e de São Paulo também e construir um patrimônio cultural

    saudações
    Victor Gimenez

  10. Gente…alguém da ginástica olímpica? Alguém que treinou com a Márcia??? OWWW

    1. Olá sou Camila filha da tia “Tuchê” kkkk quem lembram… estudei de um 1990 à 1994.. melhor lugar q estudei.. fiz ginástica olímpica com a tia Marcia!! Ahhh saudades….

      1. Eu estudei lá anos 90 fazia ginástica olímpica professora Márcia eu lembro que estava fazendo a aula eu caí do trampolim e quebrei o braço dela

  11. Este colégio era um dos melhores de Guarulhos.
    Dizem que pertence a família Almeida Prado. Porém ninguém sabe ao certo que é o dono.
    A Tia Sandra, e o Tio Sérgio, mudaram há muito tempo e o colégio faliu na mesma época.
    O querido Tiozinho, que cuidava da escola, morou lá até o ultimo dia da sua vida, sem receber nada dos antigos donos, cuidou de tudo como se fosse dele.
    Há menos de 1 ano, ainda existiam móveis novos e colchões embalados, que foram retirados da escola pelo Tio Sérgio, Tio Silney e Tia Sandra, pouco antes da morte do Tiozinho.
    Hoje a quadra que funciona lá é frequentada por todo tipo de gente, e quase ninguém do bairro. São pessoas de bairros distantes que alugam para jogar futebol.
    Uma pessoa, alugou para fazer uma nova escola, começou a reformar e depois viu a enorme divida de impostos que o imóvel tem em atraso. Desistiu de começar um novo colégio.

    1. Como devo proceder para localizar os proprietários do Colégio?

      Att. Edson Elias: Consultor Empresarial.

    2. Os antigos donos deram sua casa para morar e tinha uma diarista que cuidava dele. Nunca foi abandonado, pois era muito querido.Cida.

    3. So para esclarecer ñ exixte falencia de serviços prestados. Os donos da Escola Juvenal de Campos desistiram de continuar com a Escola após ameaças de morte da familia, depois do assalto que sofreram em um estacionamento da rua 7 de setembro, centro de Guarulhos.
      Os bandidos e comparsas do elemento que foi preso,e em seguida o reconhecimento na delegacia, enviaram atenção sua residência , outro elemento para certificar a moradia da família e que também foi preso e lá esclareceu que estava de tocaia para avisar os comparsas que iriam apagar com a familia. Este é o verdadeiro motivo de fecharem a Escola e se nudarem de Guarulhos para o nordeste ou minas gerais.

  12. É bom rever coisas do passado para que não cai no esquecimento, especialmente que esse casarão é parte muito importante do meu passado… os anos que estudei no Juvenal de Campos foram muito bons e inesquecíveis… Seria ótimo se esse Patrimônio da cidade também se tornasse imortal, assim como os momentos de muitos alunos que passaram por lá!!

  13. Que saudades!!!
    Fui estudante neste colegio nos anos de 85/86, foi uma epoca maravilhosa… pessoal da minha epoca entre em contato, poderiamos fazer um baixo assinado e quem sabe uma festa dos ex- estudantes.

    1. Andréia, boa tarde. Também, sou ex-aluna estudei a 1ª e a 2ª série (86/87). Sinto muitas saudades, da Tia Erli, Tio Natal (aprendi a nadar com ele)!!! Realmente, bons tempos…Ficava na escola período integral(ballet, natação). Quem lembra dessa? Na hora do recreio, quem comprava o lanche da cantina – o mesmo era entregue por um(a) tiozinho(a) onde todos os pedidos vinham dentro de uma cx de madeira e o recreio era dentro da sala de aula!!!! Saudades total.

  14. Nooosaaa que saudades, estudei no Juvenal do jardim ao colegial, foram muitos anos de vida dentro dessa escola. Cheguei a morar com o tio Sérgio e a tia Sandra, pais de Silney e Wilney. Coitado do Tiozinho não sabia que tinha falecido, cuidava da escola comko se fosse dele. Tenho muitas recordações e saudades……..

  15. nosa que saudade estudei no recanto ,juvenal da primeira a quinta serie,muitas saudadese recordaçao,boms tempos.so do tempo, profeser natal, ,ricardinho ramires,silnei,diretor sergio,sandra.

    1. Puxa vida bons tempos…estudei lá de 1983 a 1988, era de sua turma junto com tantos outros: Cássio, Fabrício, Junior, Andressa, Celiane, Camila, Agnes e tantos outros. é uma pena ver o colégio daquele jeito, ainda mais porque o destino me fez morar bem na rua ao lado. Abraços!

  16. Estudei lá nos anos 80.
    Era sem dúvida o melhor (e + caro) colégio de Guarulhos.
    Fiquei triste agora em ver essas fotos e saber que o colégio faliu… tenho ótimas recordações de tudo.
    Eu, Débora Caloni, Maridéli, Sandra de Lucca, Silney, Fábio Iwabe, Renato Barbará, Marcelo Rodrigues, Ivan Matie, Rodrigo Batista, Cris e Cláudia Marcondes de Campos, Adriana, Cristina K., Ricardo, Claúdia e Marco Aurélio Rodrigues Soares, Claudinei, Jorge Jobim, Quik, Ronaldo, Angélica e qta, qta gente +…
    Que saudade e que tristeza me deu agora.. qta lembrança boa!

  17. Estudei apenas um ano lá, em 1990, no ensino primário. Lembro de o terreno ser muito grande, mas talvez fosse apenas impressão minha, por ser muito pequeno. A quadra parecia enorme! Chegava a ser intimidadora. Lembro de um ou dois prédios em que ficavam as salas de aula, tínhamos que subir algumas escadas com uma certa aparência de garagem de prédio residencial (aquele concreto aparente e umas escadas bem largas). Não reconheci os prédios que mencionei nas fotos, eles, se muito não me engano, ficavam ao lado do prédio mostrado nas fotos (do qual lembro apenas vagamente – acho que era a secretaria).

    Tinha uma entrada para garagem também na qual jogávamos bola – essa entrada era inclinada e dava, obviamente, vantagens para o time de cima, que fazia gols com muito mais facilidade com a ajuda da gravidade.

    No ano em que eu estudei, a escola estava bem vazia, na minha sala só tinham mais dois coleguinhas – uma delas era filha da professora e o outro era um garoto cadeirante. Lembro do professor Natal, de Educação Física, e de muitas outras professoras. Acho que, nessa época, já devia estar em processo de fechamento, tanto que meus pais, no outro ano, me matricularam em outra escola, e dado também o número já bem reduzido de alunos. A rua de fato era bem tranquila e arborizada.

  18. Moro na rua do casarão a 6 anos, e hoje pela primeira vez entrei nele, as salas de aula são alugadas e viraram moradias, cada família paga R$400,00 de aluguel. O lugar é sombrio e tem teias de aranhas por todo o teto, parte do terreno hoje é um Paintball. Me lembro que a uns 3 anos colocaram uma faixa informando que logo inauguraria um novo colégio mas acredito que a precaridade do local deve ter elevado de mais o valor e por esse motivo desistiram. Esta sendo construído um novo empreendimento colado ao colégio é só questão de tempo para Guarulhos perder esse patrimônio publico. É uma pena!

  19. Infelizmente atualmente nesse local está funcionando um Paintball, o qual está prejudicando toda estrutura do local, quebrando suas janelas e afins.

  20. E muito triste saber o que fizeram com tão linda propriedade. E que era cuidada com muito carinho pelos donos da escola juvenal de campos.

  21. Agora neste local funciona o I.R.A. PaintBall, joguei uma partida lá e fiquei interessado em saber o que existia ali antes de se tornar um campo de batalha, fico triste em saber que ali já foi um local de ensino e que tal foi abandonado de maneira triste, realmente, como citado acima, o prédio está todo destruido, paredes quebradas, vidros e vitrais destruidos e caindo, para tornar o local propicio à partida de PaintBall

  22. Lembro dessa escola porque morava perto e era sonho da criançada do entorno um dia ser aluno de lá. Era linda por fora e parecia ser enorme por dentro. Nem deu pra acreditar quando fechou. Fiquei triste quando vi em um dos comentários acima que o fim da escola aconteceu por causa da violência. Um lugar tão bonito e tão cheio de significado e agora abandonado à própria sorte. Seria lindo se voltasse a ser um colégio, independente de ser particular ou público. Daria de novo àquele espaço a dignidade que lhe foi tirada de um jeito tão absurdo.

  23. OLA MEU NOME É RICARDO E SOU ARQUITETO, ESTOU COMEÇANDO O PROCESSO DE RESTAURO DO CASARÃO, ELE FOI USADO COMO CAMPO DE PAINTBOLL E FOI DESTRUÍDO , UMA PENA, FICARAM APENAS AS PAREDES E MAIS NADA,O VITRAL FOI DESTRUÍDO E AS PORTAS ORIGINAIS TAMBÉM. REVITALIZEI TODO ESPAÇO DO COLÉGIO, VENHAM VISITAR-NOS, AGORA O ESPAÇO É DO COLÉGIO MARCONI

  24. Essa mansão era onde morava a família Almeida prado dona de um consórcio que foi liquidado pelo BC . Estudei no antigo colégio claretiano onde hoje é a UNG junto com um dos filhos da família o Wagner de Almeida Prado.

  25. Atualmente é o colégio Marconi. O casarão está sendo REFORMADO.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: