Sport Club Germânia & Escola de Tecnologia Labor

A agita e antiga Rua Florêncio de Abreu, no centro histórico de São Paulo, hoje é bastante conhecida por suas abarrotadas lojas de ferramentas e ferragens, entre elas a a famosíssima Casa da Boia. No passado mais distante foi o primeiro endereço nobre da cidade e posteriormente um rua mista com residências, escritórios e estabelecimentos comerciais dos mais variados tipos, de escola a hotelaria.

O conjunto assobradado acima, localizado nos número 251 a 255 da Rua Florêncio de Abreu, atualmente abriga uma conhecida loja de produtos para indústria. Entretanto sua história nos remete ao início do século XX, período de sua construção.

Tombado como patrimônio histórico paulista o imóvel desperta olhares dos transeuntes pela beleza e peculiaridade contida em sua fachada, rica em detalhes e muito preservada.

PERÍODO – SPORT CLUB GERMÂNIA

Por um longo período o andar superior serviu como escritório (sede ?) no centro do Sport Club Germânia, posteriormente rebatizado como Esporte Clube Pinheiros, entidade esportiva paulistana bastante conhecida.

Fundado em 1899 o então Sport Club Germânia mudou-se para o bairro de Pinheiros em 1920, onde está até hoje, sendo que antes moveu-se por algumas regiões da cidade. Mesmo com a mudança para a zona oeste da capital o clube manteve uma secretaria na região central, que ficava localizada no andar superior (número 251) deste imóvel. Até ao menos 1941 a entidade ainda atendia nesse imóvel, inclusive para receber inscrições para sua tradicional olimpíada infantil.

PERÍODO – ESCOLA DE TECNOLOGIA LABOR

Com a saída do clube do imóvel a área passou a servir de sede para uma escola técnica. Denominada Escola de Tecnologia Labor, a instituição oferecida variados cursos que iam de matemática a arquitetura. O anúncio abaixo, de 1946, mostra os cursos disponíveis para ingressar naquele ano.

A escola permaneceu no local ao menos até o início da década de 1960, quando então somem os registros e também os anúncios em mídia impressa. Atualmente a Escola de Tecnologia Labor não existe mais.

No local hoje em dia funciona a empresa Lemos & Gonçalves, que ocupa os pisos térreo e superior. A empresa tem 60 anos de atuação e está tem muitos anos já neste endereço e mantém o imóvel em excelente estado de conservação.

Chama a atenção na fachada absolutamente preservada não só os detalhes da alvenaria, mas portas, gradis e balaústres originais. Outro detalhe interessante são os canos de escoamento de água de chuva, que são confeccionados em ferro e parece serpentes. Detalhes sutis e elegantes de um estilo construtivo que infelizmente não existe mais.

Bibliografia consultada:

* Correio Paulistano – Edição de 11/04/1941 pp 9
* Diário da Noite – Edição de 26/01/1946 pp 14
* A Gazeta Esportiva – Edição de 14/07/1955 pp 10

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal e fique sabendo de nossas publicações, passeios, eventos etc:
ouça a nossa playlist:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.