Edifício – Rua Rosa e Silva

Espalhados pela cidade encontramos muitos edifícios pequenos antigos, os chamados “predinhos”, que geralmente são construções muito interessantes, especialmente as bem antigas. É o caso desta a seguir:

Localizado no número 121 da Rua Rosa e Silva, em Santa Cecília, entre predinho chama muito a atenção dos amantes de arquitetura antiga mesmo estando com a fachada mal conservada. Construído nas primeiras décadas do Século XX, o edifício tem traços do estilo art déco e sua única alteração ao projeto original foram as substituições das janelas por modernas em alumínio. O portão possivelmente não é mais o original também.

Consultando a base de dados do IPTU* foi possível constatar que trata-se de um imóvel de um único proprietário, algo comum em prédios deste porte, que são geralmente destinados para servir de renda.

Um trato nessa fachada incrível e o prédio ficará lindo, não acham ? Vejam mais fotos!

* IPTU – Ano base de 2021

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:
Cadastre-se para receber nossa newsletter e fique sabendo de nossos passeios, eventos etc

 

* preenchimento obrigatório

8 respostas

  1. Basta retroceder à 2011 (google maps) para constatar como as janelas antigas eram bem mais charmosas.
    Parabéns pelo seu trabalho Douglas! Vida longa!

    1. Amo a arquitetura Antiga e Clássica!!!! Os detalhes dessas residências antigas eram repletas de esplendor e encantamento!!! A arquitetura moderna NÃO possui essa delicadeza e graça!!! Os casarões antigos foram destruídos pela ganância e insensibilidade de MUITAS construtoras… No BRASIL não preservam nada… por isso eu amo a EUROPA. Lá, eles preservam a NATUREZA e respeitam os jardins de suas residências!!! A arquitetura Antiga e Clássica carregam a sofisticação e a elegância!!!!❤⚘

    2. Saudações!

      Vc bem que poderia (não sei se faz pq é a 1a vez que visito) documentar tb o interior dos locais sempre que acessíveis por permissão dos moradores como já vi em programas estrangeiros para desfrutarmos mais ainda desses tesouros.
      Parabéns e Obrigado!

  2. Notei alguns detalhes…

    O nivel das janelas do terreo esta acima da altura dos pedestres traseuntes na calcada, o que confere privacidade aos ocupantes do terreo. Assim mesmo, o proprietario chumbou grades nas janelas do andar terreo. Entende-se que janelas sem grade no terreo facilitam o roubo, porem, a escolha da grade nao poderia ter sido pior. Porem as grades poderiam ser empurradas para fora, para dar parapeito aos ocupantes do terreo.

    As persianas de aluminio nao sao compativeis com o estilo. Para este predio, janelas em vidro, com esquadria dividida ao meio no fecho, sem a segmentacao no vidro, seria o ideal. Esquadria em branco, verde ou preto. Poderia ser aluminio anodizado, para se fazer concessoes a durabilidade.

    Obviamente, as janelas denotam que o patrulhamento por quarteirao ou rua e nao existente, outrossim nao haveria necessidade de se transformar tao bela fachada num cortico do Bras.

    O estado de conservacao deixa a desejar. Suspeito que o proprietario nao tem interesse em investir na aparencia e manutencao do imovel. O edificio tem um charme inerente, o que talvez seja ignorado pelo proprietario.

    O acabamento de fachada do terreo e diferente ao acabamento dos andares superiores. Note-se que no terreo, a parede foi revestida por pastilhas, ao paco que nos andares superiores, o revestimento e em massa corrida, possivelmente o acabamento original. Novamente, nao se respeitou as caracteristicas originais do predio.

    O predio da fundos para a Azevedo Marques, separado por um muro. Ha um recuo de quintal. Este e um tipo de moradia, que quer seja como apartamentos ou uma mansao urbana, daria uma otimo projeto de recuperacao.

    Algo me diz que o construtor e arquitetos originais devem estar re remexendo nas suas tumbas de cemiterio, tal a quantidade de mutilacoes que o seu predio sofreu.

    1. Certo.
      Mas sabemos que há um sem número de fatores que “ajudaram/ ajudam” nesse processo de deterioração. Nem convém mais ficar batendo nas mesmas teclas.
      “São Paulo: cidade saqueada”.

  3. Quando eu ganhar na megasena, vou colocar entre as minhas prioridades restaurar todas essas pérolas, para que não desapareçam da face da Terra. Abraço, Douglas e demais leitores, Feliz 2022 !!!

  4. Mesmo deteriorado, tem belezas. Como acontece com idosos, cuja história e trajetória tornam-nos solenes, com cara de sábios. Vejo isso em construções e árvores antigas.
    Parabéns por esse belo serviço que vc presta à cidade de SP.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: