Casarão – Rua Dona Inácia Uchoa

A Vila Mariana ainda é um bairro repleto de construções antigas e atraentes. São imóveis dos mais variados tamanhos e formatos, alguns conservados e outros um tanto quanto decadentes que juntos fazem uma bonita e diversificada composição arquitetônica da região.

clique na foto para ampliar

Na rua Dona Inácia Uchoa, bem próximo da rua Vergueiro, encontramos uma série de construções antigas. Algumas, em estilo art noveau,  foram tombadas no início de 2011 por serem de uma característica arquitetônica rara na cidade, e também por serem oriundas do período inicial da urbanização de Vila Mariana.

No outro lado desta mesma rua, no número 114, encontramos um magnífico casarão cuja história se remonta ao início do Século XX. O imóvel está totalmente preservado, embora em um estado apenas razoável de conservação.

Ao nível da rua, seu portão original permanece. Uma chapa de aço foi afixada nele, para segurança ou para dificultar a vista do quintal. O imóvel fica em um nível mais alto que o da rua, com porão e pé direito alto. Sua fachada é bela e repleta de detalhes.

Mas o detalhe que mais chama atenção neste imóvel e precisa ser preservado com cuidado é seu maravilhoso vitral decorado, posicionado à direita residência logo na entrada da sala.

Com temática da natureza, o vitral apresenta uma linda paisagem. Este tipo de arte em vitrais que era muito comum no começo do século 20, hoje é algo muito raro, restrito principalmente a construções religiosas. Devido a ser raro não é fácil restaurá-los, caso se quebrem.

Um encantador exemplar da São Paulo antiga encontrada na Vila Mariana.

Confira mais fotos deste casarão (clique na miniatura para ampliar):

 

 

 

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

13 respostas

  1. Parabéns pelo site!
    Passo toda semana na frente desse casarão e tenho várias fotos dele a noite. Realemnte é uma bela casa que nos faz mais uma vez pensar que brasileiro (nós) é um povo sem história.
    Também sou apaixonado por estes imóveis antigos e por fotos, queria propor um city tour convidando mais interessados em fotografar estas casas para irmos além do site, e mais e mais pessoas poderem ter registros fotográficos dessas obras esquecidas.

    Um Abraço

  2. Eu trabalho com antiguidades a 18 anos, aprendi a valorizar este passado arquitetonico, o mobiliário de época,as histórias que seus moradores contam, sempre que posso, tento resgatar os móveis e material de demolição antigo que encontro por aí.
    Nesta casa, eu passei álguns anos atrás, comprei um tapete estilo Art Nouveau, muito bonito, alguns móveis e objetos e principalmente os lustres, que eram em vidro em formato como se fossem ” mexiricas ” e coloridas com flores e guarnecidos com correntes de bronze muito bonitas, estes lustres, fabricados pela Nadir Figueiredo, acabei ficando pra mim, preservando esta parte da história.
    Abraços a todos !!

  3. Douglas, sempr fui apreciadora de casas e casarões antigos, muitos deles que vi eu já tinha observado e apreciado pela cidade.
    sempre gostei! e acho uma tremenda pena que muitos não cuidaem e não dão o valor necessário.
    ao ohar estas preciosidades, fico á imaginar os tempos em que as familias ficavam na frente das casas conversando, as tias e vizinhas apreciando as plantas, os cafés da tarde na varanda, ah, tempos saudasos que há muito não voltam mais!
    parabéns por resgatar estas memórias!
    PARABENS

  4. conheço esse casarao,gostaria que as autoriades me entrestasse por um tempo .pois gostaria de ar aulas de corte e costura para as senhora o bairro.

    1. Não está tombado. Há anos herdeiros estão em litígio judicial. Um pecado, pois o imóvel se deteriora ano após ano, sem qualquer manutenção. Para sorte dos admiradores, este casarão dificilmente será demolido a curto prazo, pois não tem área suficiente para incorporações modernas. Está circundado pela Igreja de Sta. Rita, à esquerda, edifícios residenciais da década de 80 aos fundos e dois prédios comerciais novos à direita.

  5. Haviam outros casarões nessa rua., mas desde 1975 que eu me lembre, tinham virado pensões e cortiços.Em frente ao Mosteiro, a maioria das casas foram descaracterizadas. O próprio Mosteiro usava parte do terreno onde fizeram o estacionamento mais caro da Vila Mariana até que fizeram acordo com uma construtora e em forma de “troca” foram agraciadas por dois edifícios na mesma rua.As próprias irmãs são proprietárias de inúmeros imóveis

  6. Amei o site, moro no interior de SP (Araçatuba), sempre que posso venho-lhe visitar. Queria ter vivido nestes casarões….

  7. À parte os vidros (inclusive os dos vitrais) parcialmente apedrejados, o estilo é de fato muito bonito. Daria até para fazer o seguinte trocadilho: as garças são umas graças.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: