Casarão José Maurício tem obras de restauro iniciadas

Uma boa notícia para o patrimônio histórico e cultural de Guarulhos. Depois de anos de abandono e descaso, inclusive com dois incêndios ocorridos em seu interior, o casarão da esquina das ruas Felício Marcondes e Sete de Setembro, na região central da cidade, será finalmente recuperado.

Estado do imóvel é de total penúria (clique para ampliar)

Relegado ao esquecimento desde que foi adquirido pela administração municipal junto aos seus proprietários anteriores pela bagatela de R$1,5 milhão de reais, o casarão deteriorou-se demais nos últimos anos, sofrendo inclusive atos de vandalismo. Em 2016 o local foi interditado pela Defesa Civil.

Nos últimos meses, frente a constantes invasões e atos de vandalismo a prefeitura cercou o local como aparece na foto que abre a matéria. Desde então munícipes começaram a se perguntar se o local iria ou não ser recuperado.

Maquete digital de como ficará o local (clique para ampliar)

O casarão finalmente parece que terá uma destinação digna. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Guarulhos as obras de recuperação se iniciaram na semana passada. O local receberá uma restauração total e aos fundos será erguido um novo edifício, que será destinado a um centro de formação da Secretaria da Educação.

Apesar de os valores atualizados da obra não terem sido informados pela prefeitura e não estarem ainda disponíveis no Portal de Transparência da cidade, em 2017 esse custo ficou estimado em R$4.8 milhões. A licitação foi aberta ainda na gestão do prefeito anterior.

Construído em 1925, o casarão foi residência do ex-prefeito guarulhense José Maurício de Oliveira, que administrou a cidade por duas oportunidades. A história deste casarão você pode conhecer com detalhes e fotografias clicando aqui.

O São Paulo Antiga irá acompanhar de perto a execução da obra e traremos novidades à medida que elas surgirem.

Veja mais fotos atuais do casarão (clique para ampliar):

CASA DA CANDINHA SEGUE SEM NOVIDADES:

Mais importante patrimônio histórico de Guarulhos a Casa da Candinha – construída na primeira metade do século XIX – segue sem nenhuma novidade positiva quanto ao seu futuro.

Casa-grande composta de 12 ambientes e construída em taipa de pilão, o local foi parte da antiga Fazenda Bananal propriedade do fazendeiro Olegário de Almeida Barbosa. O nome “Candinha” é referência a sua segunda esposa, Cândida Maria Rodrigues.

Em nota enviada ao São Paulo Antiga, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Guarulhos informa que a administração municipal já realizou vistoria técnica no local para que seja possível dar início aos serviços de prospecção arqueológica na casa-grande e seu entorno. A partir dessa etapa, afirma a nota, será elaborado um projeto de restauro.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

7 respostas

  1. Espero que restaurem devidamente os vitrais com vidros coloridos conforme os originais e não vidro fumê como fizeram no Castelinho da Rua Apa em São Paulo.

  2. Muito enriquecedor ..sou morador de Guarulhos e fico muito feliz em saber que o mesmo será restaurado …

  3. Eu me alistei no Exército nesse casarão José Mauricio, quando o imóvel era ocupado pela junta do serviço militar, no final dos anos 70 /início dos anos 80…

  4. Na mesma calçada, subindo, até há pouco tempo atrás, existia um belo casarão, só que era térreo. Estive no centro de Guarulhos há algumas semanas atras, passei lá e…botaram, a casa abaixo! Virou estacionamento!

  5. Sim, quando estava às voltas com o Tiro de Guerra, me lembro de um dia ter ido nesse casarão. Isso foi em 1987…

  6. Infelizmente as obras sequer começaram e hoje nem essas placas de zinco estão mais no local.
    Dias atrás, parte do muro caiu.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: