Casarão – Avenida Brig. Luis Antônio, 2575

Este belíssimo casarão localizado na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2575 é mais um dos vários casarões desta avenida que estão desocupados.

Como ele está com uma placa de venda, concluímos que embora esteja vazio há alguns anos, ele não está abandonado.

Porém, sabemos que casarões como este numa região já tão carente de terrenos vazios, são geralmente demolidos quando vendidos. Estamos de olho no que irá ocorrer.

Atualização – 22/09/2010
Este lindo casarão que estão nas fotografias acima e abaixo, na galeria, não existe mais.

Trata-se de mais um imóvel representativo da cidade de São Paulo que veio abaixo, sucumbindo ante a ignorância em relação ao patrimônio urbano paulistano.

O imóvel começou a ser demolido no início de setembro e não resta mais nada:

Confira outras fotos do casarão que já não existe mais (clique para ampliar):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

16 respostas

  1. eu adorooo esse casarão, morava quase ao lado, e todo dia ficava parada na rua olhando pra ele..
    tantas coisas que poderia ser feito, uma pena.. ve-lo abandonado.. e saber que seu futuro será provavelmente a demolição.. e surgirá um novo prédio envidraçado, com seus ar-condicionado… uma pena.. mto triste…

  2. Na Europa, imoveis como esse sao preservados e venerados. Aqui, sao demolidos. Ha a necessidade imediata de ulma interevnçao do Estado neste sentido.

    1. Pois é, o estado intervem sim, os tranformam em patrimonio historico SO QUE não entendem que os proprietários tem q pagar contas e pior, se acontece algo ao imovel, ainda tem multa !! absurdo a falta de respeito a propriedade particular. Se querem q vire patrimonio historico, que se deem regalias a quem os tem, ja q nao poderão explora-los comercialmente! (sendo assim, mais vale ter varios barracos na berrine, nao é mesmo? e viva o usucapiao!

  3. O dono desse casarão tenta vendê-lo por um milhão de reais. Porém não é possível aproveitar o terreno com incorporação de edifício, pelo formato triangular do fundo. Atualmente lá reside o “Índio”, um caminhoneiro de carretos.
    E o Estado não deve intervir mais, além da regulamentação do uso do solo (o que já está feito). O que o proprietário deve entender é que o terreno dele não serve para incorporação e tentar vender pelo valor da construção, que devidamente reformada pode sediar um belo restaurante, um show-room, uma loja ou qualquer coisa assim.

  4. Essa maravilhosa obra arquitetônica deve ser no minimo restaurada e preservada. Infelizmente sou pobre, caso contrario compraria todas essas casas antigas, reformaria elas e tranformaria Sao Paulo numa tipica cidade colonial…… “Grande Utopia”

  5. Na década de 90, esta casa era alugada para uma escola de língua alemã. Eu mesma lecionei lá por um tempinho. É uma pena estar abandonada assim. Com criatividade e respeitando sua arquitetura, ela poderia ser reformada e ter um belo destino.

  6. Belíssima casa! Espero que encontre um comprador inteligente e de bom gosto que se disponha a reformá-la e fazê-la brilhar em toda a sua graça original. Será que isso é sonhar alto?

  7. Demolido!

    Nossa, que surpresa… e que tristeza essa notícia me traz… tinha boas memórias do local… daqui há alguns anos teremos quantas construções como essa na cidade? Serão só prédios se continuar assim… lamentável.

  8. Eu passo praticamente todos os dias a pé pela região, indo ou voltando da casa de minha noiva na Sarutaiá. E sempre fui louco por esse casarão. Imaginava um dia ter dinheiro, comprá-lo e transformá-lo num bar temático. Mas virou estacionamento. Quando puder, tiro uma foto e posto aqui.

  9. Meu Deus até quando isso vai acontecer, os vestigios de uma São Paulo que não conhecemos pede socorro!!! 🙁

  10. Verdadeiramente uma pena! Desde criança sou apaixonado pelo passado. Casarões, carros e objetos. Carros nem tanto! más, os Casarões e castelinhos são minhas paixões.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: