Casa – Rua São Bartolomeu

A relevância de construções antigas nem sempre estão alinhadas com seu estado de conservação. Infelizmente muitas vezes encontramos casas, palacetes e edifícios que apesar de até em alguns casos serem tombados, apresentam-se em mau estado de conservação. Isso diminui sua importância ? Claro que não.

Muitas vezes o estado de conservação ruim se dá a fatores que escapam do controle e nem sempre se referem ao “deixa cair” como muitos fazem pra depois vender só o terreno. Certas vezes pendências documentais (escrituras, por exemplo), questões ligadas a herança ou mesmo dívidas com a justiça emperram a preservação adequada do bem.

clique na foto para ampliar

Localizada no número 78 a 84 da Rua São Bartolomeu, em Perdizes, esta casa me fascinou e atraiu o meu olhar desde o momento que parei próximo dela para visitar um amigo que se recuperava de um problema de saúde. Ela é muito interessante, mesmo.

Está com sua fachada em péssimo estado de conservação, cercada de vizinhos com casas impecáveis mas, de longe, é a casa mais bacana da rua. Os motivos são vários e são visíveis a quem observa a foto acima publicada facilmente.

Trata-se de uma construção residencial muito antiga, possivelmente das primeiras décadas do século 20 e com certeza anterior a todas as suas vizinhas. Possui porão elevado, motivo que leva a entrada da casa ser acessível apenas após vencer alguns degraus de escada.

Seu estilo construtivo denuncia sua idade, que pode também ser observada pelo madeiramento das esquadrias de portas e janelas e também pelas janelas que junto ao telhado, que parecem ser de um sótão baixo, possivelmente construído para guardar objetos da família.

Na fachada é possível notar o grande acúmulo de material biológico, notadamente plantas que devido à umidade brotaram entre as frestas de tijolos. Esses são os piores inimigos da integridade de uma parede, pois com o tempo podem comprometer definitivamente a estrutura. A remoção se faz urgente e necessária.

De qualquer maneira, independente de sua conservação, dou vivas a esta residência que não esconde sua beleza arquitetônica e sua relevância. Sonho em vê-la um dia recuperada, é uma jóia!

Veja mais fotos na galeria (clique para ampliar):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal e fique sabendo de nossas publicações, passeios, eventos etc:
ouça a nossa playlist:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.