Casa – Rua Doutor Manoel Maria Tourinho

O tranquilo e arborizado bairro paulistano do Pacaembu é um dos mais complicados quando o assunto é fotografar os imóveis para contar as histórias aqui no site. O maior problema, em boa parte de suas ruas, são os muros altos que dificultam a visualização das casas.

Apesar disso algumas casas ainda mantém seu estilo original com muros baixos ou mesmo em alguns casos sem muro algum. É o caso deste curioso palacete que encontramos por lá:

clique na foto para ampliar

Localizado na Rua Doutor Manoel Maria Tourinho este palacete é bem diferente de qualquer um outro do bairro. Mais parece um imóvel que possa abrigar uma escola ou mesmo um entidade religiosa. Trata-se de uma construção inspirada em neoclássico com com falsas colunas na fachada, amplas janelas nas laterais e um grande porta de madeira no centro.

No jardim lateral algumas estátuas adornam a área, mas são estátuas comuns que podem ser encontradas à venda por ai, nada de especial.

clique na foto para ampliar

No alto da fachada encontra-se este brasão (foto acima) que mais parece um brasão de alguma entidade do que um familiar, entretanto não conseguimos identificar o que viria a representar. Se você souber, deixe um comentário.

A propriedade do imóvel é particular e não está no nome de empresa ou entidade mas de uma pessoa física o que deixa ainda curiosidade à respeito. Em uma consulta ao catálogo de telefones de São Paulo do ano de 1961 foi possível conferir que era outro proprietário, mas igualmente uma pessoa física.

Enquanto não matamos a charada, ficamos na curiosidade e admirando as imagens!

GALERIA DE FOTOS (clique na miniatura para ampliar):

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

12 respostas

      1. Muito. Em Campinas houve uma casa, o n.° 942 da Rua Coronel Quirino, que era estistucamente simples, nas com módulo principal e edícula. Soube que no muro ela tinha uma cerca feita de tábua finas e arane cruzado (não-farpado) e por muito tempo ficou abmndonada e com parte da cerca caída sobre o jardim. Depois começaram a demolir um pouco a edícula, pararam, uma advogada morou lá por uns anos e depois finalmente tudo foi demolido. Nunca passou por restauração. O único portão de acesso era também de tábuas finas de madeira com arame. Talvez a advogada que morou lá pudesse prestar informações: Dulce Maria Ferreira Falivene e Souza.

  1. Lembrei-me agora da mansão que serve de quartel-general de um sociedade secreta norte-americana, cuja foto vi numa revista: trata-se do Club Bilderberg, do qual fazem parte as pessoas mais ricas e influentes do mundo(de acordo com a matéria).

  2. Inclusive, essa espécie de águia lá em cima, leva-me a imaginar que seja algo assim, do tipo sociedade secreta: Maçonaria, Rosacruz, entre outras.Parece ser também uma espécie de corôa lá no alto, não?

  3. Uma construção singular. Enfeita o bairro. Pena que não está catalogada. Às vezes isso dificulta o valor imobiliário. Enquanto está desse jeito, valoriza da a vizinhança.

  4. Este brasão é um Brasão Armorial de Barão. Acima do escudo há uma coroa rodeada de pedras redondas e losangos enrodilhada com perolas, caracterizando uma Coroa Baronal. Com certeza é uma casa de descendentes de algum Barão

    1. Válida a observação com fundamentação na heráldica. Pode-se dizer o mesmo em relação aos escudos presentes nos frontões da fachada principal, lateral direita e das 4 bases de sustentação da cúpula da casa da família Franco de Mello?

  5. Caro Douglas

    Não se trata de uma casa térrea.
    O fato é que o terreno é em declive e os fundos dão para a rua Heitor de Morais 317. Lá, se verifica que a casa está um bocado abandonada. Mas há uma garagem que sempre fica aberta com um Peugeot 105 e um senhor ali. Talvez ele saiba valiosas informações para sua prospecção urbana. Abços

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: