Casa – Rua Lopes de Oliveira, 218

Um breve passeio pelas ruas do bairro da Barra Fundo pode trazer surpresas muito interessantes. O bairro, mesmo com a recente e forte especulação imobiliária, ainda preserva alguma de suas construções centenárias, mesmo que em alguns casos bem mal conservadas.

Porém, à medida que o tempo passa esses imóveis começam a ser descaracterizados ou demolidos. No número 218 da rua Lopes de Oliveira, encontramos esta antiga casa, já bastante modificada, mas que ainda preserva alguns detalhes originais do início do século 20.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Suas janelas foram “assassinadas” e deram lugar , logo abaixo, para uma pequena porta comercial ou garagem. Na lateral esquerda, o portão original foi arrancado e deu lugar a uma porta simples, de madeira. No topo da fachada, podemos encontrar ainda os detalhes originais da janela e também um pedaço da grade do portão que ainda resiste.

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar

Porém, não sei até quando a velha casa irá sobreviver. Seus vizinhos à esquerda foram recentemente demolidos e no local está um enorme terreno protegido por tapumes. Será que o triste destino dos seus vizinhos irá também atingir a velha casa da rua Lopes de Oliveira ? Vamos acompanhar!

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

3 respostas

  1. infelizmente foi demolida. Sou arquiteta e tenho um pequeno estúdio de arquitetura e estou procurando por casas ou galpões antigos para a restauração na região da zona oeste. Esse site é muito útil pra mim pois posso procurar online e ir visitar o local além de conhecer a história do imóvel. Já vi 8 casas que precisavam de reforma, e que eu amaria poder reformá-las, porém todas foram demolidas. Isso é muito triste. Espero poder comprar um imóvel e poder preservá-lo, mas é difícil competir com as grandes construtoras.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: