Casa de 1904 – Rua Conselheiro Ramalho, 800

Por ser um bairro central e bastante antigo, a Bela Vista é um dos bairros onde mais encontramos construções antigas dos mais variados estilos arquitetônicos. E como todo bairro paulistano, a região possui inúmeros imóveis abandonados, sendo um dos bairros com o maior número de imóveis catalogados aqui no São Paulo Antiga.

Entretanto, a Bela Vista também revela grandes surpresas. No número 800 da rua Conselheiro Ramalho, tivemos a satisfação de encontrar absolutamente preservado este belíssimo exemplar do ano de 1904. Trata-se de uma construção térrea, erguida em terreno elevado, com arquitetura típica do início do século XX.

Escadaria, janelas e pé direito alto, ano da construção na fachada e um pequeno jardim, muito bem cuidado. A casa está em um trecho da rua onde poucas são as construções preservadas mas ela está ali, intacta, com mínimas alterações. Um exemplo para o bairro e para a cidade de que é possível preservar.

Na foto destaque para o ano da construção (1904)

Imóveis como este, e nestas excelentes condições já são muito raros em São Paulo.

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

14 respostas

  1. Linda casa, um grande exemplo que é possível conservar um imóvel de mais de 100 anos. Parabéns!

  2. Realmente, um exemplo de conservação do patrimônio histórico da cidade de São Paulo! Dá gosto só de pensar quantas vidas, quantas histórias já não passaram por essas escadas!

  3. Esses patrimonios devem ser restruturados a mao de paulistanos, que sobrevivem a pagar alugueis carissimos em blocos de cimento armado da nova era.temos que tomar frente!!

  4. Apesar da cor estridente, que certamenta não corresponde a original, e do jardim, que poderia ser mais bem cuidado, é um exemplo de como imóveis antigos poderiam ser utilizados.

  5. Parabéns ao proprietário, lindo imóvel e certamente estes são pessoas bem mais conscientes.
    Não são tijolos apenas tijolos velhos, é história.

    1. Caramba cara esse Nelsinho , é meu avô Nelson Sposito que bacana cara

  6. Esta casa está ocupada desde 1914 pela mesma família. Até hoje mora lá o bisneto dos primeiros moradores. O imóvel é alugado desde aquela época.

  7. Alguém sabe a história das casas geminadas 1305 e 1307 da Brigadeiro Luiz Antônio (a segunda destas teve a garagem com mirante demolida); acrescento que ambas foram consultórios de Raul Franco de Mello, filho do Joaquim Franco de Mello, proprietário original da casa número 1919 da Avenida Paulista.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: