Casa A4 – Rua Canindé 870

Clique nas imagens para ampliá-las

Duas antigas casas geminadas da rua Canindé que por muito tempo foram cortiços e que acabaram demolidas.

Veja algumas outras fotos do local (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Atualização 23/04/2010:

Pouco mais de um ano de cadastrarmos este local, voltamos ao endereço e podemos constatar que o imóvel não existe mais. O que era a fachada do imóvel tornou-se um muro. Ao menos a simpática árvorezinha sobreviveu.

Clique na foto para ampliar:

Confira abaixo o mapa do local:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

13 respostas

  1. Morei nesta casa de1975/1979 so que o numero era 870/872 morei nas duas o respomsavel era Sebastião Galo. Gostaria de saer noticias dele e do pessoal que morava na época.

  2. Eu luiz Mineiro morei nesta casa ano1975/79 na epoca 870/872 sentir tristeza quando soube que as duas casas foram demolidas gostaria de saber que ano foi a demolição,
    .
    La tive varios amigos inesquecivel como José Inaldo, Gome, Dein, Ivan, Jose Luiz, Vera, Tita, Diva e tantos outros grandes amigos; se vc conhecer alguma desas pessoas mande me um email sobre éles é sobre a casa. Luiz Mineiro.

  3. Sentir tristeza quando soube que as duas casas foram demolidas gostaria de saber que ano foi a demolição,
    .
    La tive varios amigos inesquecivel como José Inaldo, Gomes, Dein, Ivan, Jose Luiz, Vera, Tita, Diva e tantos outros grandes amigos; se vcs conhecer alguma dessas pessoas mande me um email sobre éles é sobre a casa. Luiz Mineiro.

  4. @ Luiz Mineiro:

    Você tem razão. Estive no local novamente ontem e constatei que a numeração correta é 870 e não 370.
    A pessoa que fez a denúncia equivocou-se no número e a placa que estava lá deixava duvidas se o primeiro número era e3 ou 8.

    Grato pela correção.

    Aproveito e informo que este imóvel não existe mais, logo coloco a foto do terreno aqui.

  5. Confiram no artigo a foto de como o local está hoje, 14 meses depois de fotografado pela primeira vez.

  6. Vou tirar uma foto junto a esta arvore e guardar como lembrança ai onde era a casa morava meus amigos José Inaldo, Dein, Zé delu, Marcos, Luiz, José Luiz, Ivan, Reinaldo, Vera, Tita, Zeze, Vera Lucia, Diaulas, Galdeçio, Diva,Gomes, Jurandir, Manoel Bengala, e tantos outros , todos morvava na pensão do Sebastião Galo,onde foi demolido Esse lugar que hoje é um quartel antes era um terreno vesio onde jogavamos bola, me traz muitas saudades dos amigos e do lugar.Os tempos passaram morei no Caninde em 1975/1979 mas ficaram as lembranças, Meus amigos me chamavam de Luiz Mineiro.
    Na época da enchente eu morava na rua caninde 872, esta foto foi tirada da janela da casa 870 as casas eram geminadas, eu era chamado pelos amigos de Luiz Mineiro.

  7. Então eu e minha família fomos as últimas pessoas a morar nesta casa, minha mãe e minha família e os demais vizinhos foram os últimos a viver nesse lugar mais a maioria não está mais presente…
    Quem plantou esse pé de manga foi minha vó (Dona Santa) que já se foi mais deixou um pouquinho dela ai… O fordenador desse local era meu pai (Antônio) tnho muita saudade de tudo que vivia aí era muito Feliz…

  8. Eu e minha irmã nascemos nesta casa,meu pai era titureiro nome dele Jose Carossi tinha muitos freguezes,meu primeiro bolo de aniversário ganhei de uma senhora vizinha acho que o nome dela era claudia gostaria de saber se tem gente que lembra de nos.

    1. olá Lucilia, infelizmente o pé de manga a prefeitura arrancou infelizmente, …tive uma empresa no galpão amarelo ao lado….parece que esse galpão antigamente era uma casa, isso??

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: