Auto Posto – Rua da Mooca 1950 & 2014

Quase todo mundo tem um hobby, e o meu é colecionar fotografias antigas, principalmente slides e negativos. Atividade que comecei a cerca de 3 anos e que hoje atinge um volume de quase 5000 originais que vou digitalizando aos poucos, comprados em leilões, mercado de pulgas e doações não só em São Paulo mas também de outros países.

Recentemente adquiri um lote de slides da década de 50 de um americano que viajava o mundo (não está claro se por lazer ou trabalho), fotografando postos de combustíveis. E neste lote vieram alguns postos de São Paulo que estou tentando identificar a todos. O primeiro que localizei foi este abaixo:

clique na foto para ampliar
clique na foto para ampliar

A fotografia acima é de março de 1950. Reconheço que seria muito difícil identificar o local, mas o sobrado comercial a esquerda na foto me ajudou a matar a charada rapidamente, pois assim que eu o visualizei lembrei-me que tinha uma foto de um imóvel parecido.

Foi só buscar nos arquivos e descobrir que aquele imóvel estava na rua Dona Ana Néri. Então, tratava-se do posto que fica na esquina desta rua, precisamente na rua da Mooca.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Comparando as duas fotos é possível observar que este cenário mudou até que pouco passado 64 anos. As mudanças mais significativas neste tempo todo foram a remoção dos trilhos de bonde da rua da Mooca e a reforma do posto de combustíveis. O posto ganhou mais duas bombas ao fundo e a casa de conveniência ganhou uma reforma, perdendo o telhado e ganhando uma laje. A posição das bombas, na transversal, é mesma de 1950.

Já o entorno na fotografia pouco mudou. O prédio de fundo ao posto ainda é o mesmo, embora mais escondido devido a nova cobertura. O sobrado comercial que nos ajudou a identificar a foto segue por ali, porém muito deteriorado. Outros imóveis da época da foto antiga também estão todos lá, mas com fachadas descaracterizadas em sua grande maioria.

Gostei muito de encontrar o posto e identificar o local, já que é mais um pedaço de nossa história que agora pode ser catalogado e relembrado. Aproveitei a visita ao posto para tirar a foto atual e presenteei os proprietários atuais com uma reprodução da fotografia de 1950.

Acho que a arquitetura original do posto de combustíveis era bem mais elegante que a atual. E vocês ? Deixe um comentário!

Compartilhe este texto em suas redes sociais:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Siga nossas redes sociais:
pesquise em nosso site:
ouça a nossa playlist:

46 respostas

  1. Sou “fãzaço” do seu trabalho, Douglas. Seu trabalho é e será importantíssimo para a cidade. É o que eu queria fazer nas horas de folga, mas acabo priorizando atividades que no fim não agregam nada. Tá decidido. Domingo de manhã. Fotografar, classificar e catalogar.
    Abraços.

  2. Nossa nao tenho palavras pra expressar o qto admiro essa sua dedicacao em mostrar pras pessoas cenarios e historias sobre Sao Paulo. So quem ama essa Cidade sabe e reconnhece a importancia dessert lindo trb. Obrigada. Cads foto,cada historia me emocionam.

  3. Passo sempre aí. A arquitetura original era mais bonita, sem dúvida. E acho bem mais charmosas as ruas de paralelepípedo!

  4. Curioso eram essa colunas dóricas suportando a cobertura das bombas na foto antiga… rs. Muito exagero. A Mooca parou no tempo, e digo isso como uma qualidade. Qualidade que infelizmente se perdeu muito nos últimos 5 anos com a avalanche de supercondomínios de prédios entre a linha do trem e a Paes de Barros. Muito do ambiente fabril do começo do séc. XX foi descaracterizado ali por empreendimentos que ocupam grandes glebas e segregam o tecido da cidade.

  5. Adorei! Tenho várias fotos de imóveis que considero interessantes aqui na Mooca. Vou passar pra você Douglas!

  6. COMO TAMBÉM SOU APRECIADORA DOS IMÓVEIS ANTIGOS, CONCORDO QUE O DE 1950 ERA BEM MAIS CHARMOSO.

  7. Na foto antiga, um homem de terno e gravata. O frentista de uniforme e boné,
    Sei que um dia morei na rua da Mooca. Mas não tenho nenhuma lembrança. Amo fotos antigas!

  8. Douglas Nascimento, sou obsecado por fotos de cenários antigos, especialmente da década de 1950. Continue, meu amigo. Queremos ver mais coisas desse tipo. Abs
    Auri Malveira

  9. Cada vez que tenho que opinar sobre uma pergunta como esta, lembro do filme “Meia noite em Paris” e fico me perguntando se não estou pensando igual ao personagem principal deste filme – mas apesar disso – não mudo de opinião: o posto antigo é muito mais bonito ! rs

  10. Tem até uma geladeira de coca-cola. E esses prédios quadradões até que não ficam tão feios quando estão pintados, janelas em ordem etc.

  11. Douglas , complementando o posto foi inaugurado com a Bandeira Esso , e as bombas
    são da marca Wayne. lembro bem , pois nasci na Rua Barão de Jaguara.

  12. Que foto linda!

    Legal ver o belo posto, assim como os sobrados ao fundo, no posto ainda as latas de óleo Essolube, a geladeira de Coca-Cola e… o que é a máquina ao lado dela?

  13. É uma pena terem removido as belas colunas do posto. Lembro que, quando criança, passei várias vezes por esse posto com meu pai e sempre me chamou a atenção sua arquitetura. Isso na década de 70.

  14. Muito bem colocado. Lembro quando criança minha mãe me levou p/ SP e passamos p/ esta rua, apenas não recordo o posto. Grato.

  15. Formidável! Lembo-me bem desse posto, então Esso. Quando voltávamos da casa de minha avó, na Rua Ipanema, para o Ipiranga, passávamos pela R .Da. Ana Neri que chega na Av. do Estado na altura do antigo depósito de bebidas da Cia. Antarctica Paulista. Assim que via a foto o reconheci, apesar do temo decorrido.
    Valeu,

  16. Parabéns pelo seu trabalho, Douglas. Gostei muito da foto do posto antigo e quanto a foto atual eu só tenho uma dica.
    Por favor, não entenda como uma critica destrutiva. Apenas acho que você poderia ter encontrado o local exato do fotografo da foto antiga e clicar. Acho que, um pouco mais a direita e para trás. A não ser ter sido impossível
    em função de alguma construção ou algo que o valha (não tenho como conferir pois, hoje moro muito longe do local que passei a minha infância).

  17. Frequentei muito esse local,pois há uns 40 anos atrás meu tio tinha tinha um armazem em um desses sobrados da esquerda.Agora eu sei porque esse posto ficou marcado na minha memória,realmente era uma pequena jóia!Parabéns Douglas

  18. Eu tenho primos que moravam no edifício que aparece nos fundos do Posto, isso foi nos anos 80, hoje estão todos no interior de SP, assim como eu que moro em Rio Claro. Minha família morou na Rua Ernestro de Castro nº 92, que fica à uns 3 quarteirões desse Posto, passei muito por aí………….saudades.

  19. Muito legal o seu site. Conheço bem esse local, tem um casal de amigos que mora na antiga vila, na Ana Neri, quase defronte ao posto. Na rua de trás ocorre a festa de São Genaro. Mas como o que sobrou da São Paulo antiga se vai, assim também é na Mooca. A especulação imobiliária propaga que o bairro é um dos últimos locais para se viver com charme dentro de SP, e isso vem trazendo mais prédios e derrubando antigos imóveis. Se a Mooca receber gente que tradicionalmente não é da Mooca (eu não sou), ficará descaracterizada.

  20. Se tivessem mantido a arquitetura da época, estaria maravilhoso! Concordo com um colega acima sobre as colunas de sustentação, são maravilhosas!!!

  21. Moro ao bem lado dali, em uma vila + ou – a 100 metros, passo por ali todos os dias para trabalhar, e concordo com VC o posto antigo é bem mais bonito.

  22. Sensacionais as fotos!
    Lamentável que os sobrados estejam realmente aos cacos atualmente. É possível ver pelo Google Street View…
    A arquitetura era realmente animal, mas observe que a casinha do posto deve ter sido demolida, pois sua posição não coincide com a loja de conveniência atual, que parece estar bem mais afastada.

  23. o DOUGLAS boa noite eu moro na, periferia de suzano num bairro de nome, MIGUEL BADRA ,e aqui tem uma via , que se chama ESTRADA do ( PREJU) no começo eu pensei ,que tivesse caido da placa,, o(IZO nesse caso (PREJUIZO) mas o pessoal mais velho do bairro me, disse que nao <> pesquise ai para vermoso, que SIGNIFICA abraço

  24. Fantástico trabalho Douglas, resgatando a memória visual de uma parte tão importante e rica de histórias como a formação do Bairro da Moóca. Recordo perfeitamente dessa imagem do posto de gasolina, pois nasci e morei ai na Rua Ana Nery nos anos 50. Show…..

  25. Lindo trabalho Douglas…nasci na Rua Ana Nery nos anos 50. E minha casa ficava quase ao lado do Posto, fez parte de minha infância… A Moíca é um bairro emblemático para os paulostanos de raiz…kkkkkk. E folclórico tb com suas figuras humanas da época impagáveis. Parabéns pela pesquisa.

  26. Mistura de Greek Revival ( as colunas das bombas de abastecimento ), utilizado muito em cidades da Nova Inglaterra ( Massachusets, Connecticut ) e a loja com janelas com um estilo comum do Nordeste Norte Americano. As cores indicam que possivelmente era um Posto Texaco, vigente na epoca.

  27. Nasci ai nessa rua. Era vizinho desse Posto. Isso em 1955. Papai tinha na Rua Ana Nery 313 a sua Fabrica de Autoradios Rovell. Orgulhosamente paulistana e a pioneira em rádios transistorizados da América Latina.

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: